sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Masashi Kishimoto e Hiroaki Samura - Entrevista Parte 3 (Tradução)

Fonte: mangabrog

Abaixo encontra-se a entrevista de Masashi Kishimoto (Naruto) e Hiroaki Samura (Blade - A Lâmina Imortal) concedida a Shonen Jump + (conteúdo digital da Shonen Jump). Confira as três partes da entrevista em japonês (parte 1parte 2 e parte 3).


--------------------

Kishimoto: Eu acho que Blade - A Lâmina Imortal e Naruto possuem, de uma maneira ou outra, temáticas conflitantes. Um dos temas de Naruto é a passagem da determinação através das gerações, enquanto que em Blade - A Lâmina Imortal é sobre como não deixar essa vontade passar, porque se isso acontecer, seus filhos e netos poderão sofrer. Mas, ao mesmo tempo, você também diz que não é apenas uma maldição, há amor também. certo? Eu achei ótimo.

Passagem da determinação através
das gerações (Volume 72).

Samura: O final nada mais é do que uma tentativa de reunir todas as pontas em uma conclusão (risos). O final escrito me obrigou, de certa maneira, a fazer certas coisas no final que eu havia definido no início da história.

Kishimoto: Ah, mas você fez um belo trabalho. Quero dizer, lidar com ódio é difícil. Tipo, pessoas que procuram se vingar de outras pessoas que lhe fizeram mal, o quão justificável isso é? Minha série lida com vingança e ódio, eu sempre pensei que deve ser difícil para você fazer uma série desse tipo também — mas você o fez tão bem. Você manteve o final em sua cabeça por muito tempo?

Em Blade - A Lâmina Imortal a vingança
é um tema recorrente.

Samura: Eu elaborei a essência de como deveria ser quando comecei o arco final, mas a ideia de Rin matar Anotsu era algo decidido desde do início.

Kishimoto: Rin oscilou por muitas vezes, fazendo coisas como viajar com seu inimigo jurado Anotsu, mas ela teve certeza em seu objetivo de matá-lo.

Samura: Sua condição é apenas a vontade do artista em concluir a história (risos).

Kishimoto: Isso traz um senso de realidade — se eu tivesse no lugar de Rin eu também ficaria hesitante.

Samura: Os personagens de Naruto, em contrapartida, não vacilam dessa maneira — especialmente o próprio Naruto. É um bom mangá shonen.

Kishimoto: Sim, eu concebi Naruto como um tipo de personagem que não costuma se abalar, em parte por causa do público que lé a história. Quando ele é pego numa barreira de Nagato/Pain, ele começa a se perguntar se a vingança é errado, e que ele não tem todas as respostas. Pareceria irreal o personagem principal não duvidar de si mesmo.

--------------------

Samura: Então, tenho duas coisas que eu queria dizer a você sobre Naruto. Uma delas é sobre a relação de Naruto e Sasuke. Sasuke chegue o seu caminho e depois, eventualmente, retorna, correto? Durante esse tempo, Naruto realiza todo o tipo de coisas com Sasuke em mente, mas Sasuke passa várias provações sem nunca pensar em Naruto. Eu não tinha certeza se Sasuke seria afetado pelas ações de Naruto. Mas, quando chegou ao fim, Naruto consegue trazer Sasuke de volta.  

Kishimoto: Certo.

Samura: Então, fiquei contente com isso, meu desconforto foi embora. De qualquer forma,a outra coisa que eu queria dizer é: o jutsu clone das sombras era uma técnica muito forte para trazer desde o início. 

Kishimoto: (Risos).

Samura: No início eu não dei muita bola, mas depois, quando eu parei para pensar sobre isso, uma técnica que cria cópias físicas que pode atuar separadamente é realmente uma técnica muito mamata. 

Kishimoto: É verdade (risos). O personagem principal é uma mamata. É uma técnica secreta que ele não poderia ser capaz de utilizá-la, mas usa de qualquer maneira. Acabei fazendo isso por causa da raposa (risos).

Samura: Então, por falar nisso, você tem alguma ideia de que tipo de mangá você quer fazer em seguida?

Kishimoto: Espero que não seja lago muito longo (risos). Eu gostaria de fazer algo em torno de 10 volumes, aproximadamente.

Samura: Eu não consigo imaginar que a Jump esteja disposta em deixar você fazer isso (risos). Eu gostaria de ler uma série sua em 10 volumes. Você tem algum pensamento sobre o que seria?

Kishimoto: Hmm, bem, eu gostaria de evitar fazer qualquer coisa como Naruto... mas algo como Naruto é o que os leitores querem. Eu fiz, algum tempo atrás, uma curta história sobre máfia, mas as pessoas responderam que ficaram animadas por algum tipo de superpoder aparecer, algo que não haviam visto.   

Samura: A Jump é uma luz sob seus pés, embora — se eles descem uma nova oportunidade, e caso não de certo vão jogá-lo de lado e apostar em uma nova série. Eu pessoalmente, gostaria de ver você fazer algo um pouco diferente ao invés de fazer outra "mainstream".

Kishimoto: Eu gostaria de tentar algo diferente. Fazer uma série semanal é um pouco demais para mim agora. Então, gostaria de tentar fazer algo mensal.   

Samura: Você é um ótimo desenhista, eu estou interessado em ver que tipo de arte você vai produzir se tiver maior tempo para trabalhar nele.

Kishimoto: Você é muito gentil... (risos). Eu quero ter mais tempo para dedicar a minha arte até que eu esteja satisfeito com isso. Dessa forma não serei capaz de cumprir meus prazos (risos).

--------------------

Desenhos de Masashi Kishimoto (para Blade - A Lâmina Imortal) e Hiroaki Samura (para Naruto).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...