sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Audiência dos Animes na TV Japonesa de 17/08 a 23/08

Fonte: animenewsnetwork


"Omohide Poro Poro" (Memórias de Ontem), filme do Studio Ghibli, foi exibido na NTV, em 21 de agosto, e obteve 9,3% de audiência. "Road to Ninja: Naruto the Movie" foi ao ar em 23 de agosto pela TV Tokyo, e obteve 0,9% de audiência.

A série live-action de drama "Death Note" foi exibida pela NTV, em 23 de agosto, e obteve 11,4% de audiência.

Quanto ao ranking de séries animadas, vale destacar o especial "One Piece Episódio de Sabo ~3-Kyōdai no Kizuna Kiseki no Saikai to Uketsugareru Ishi~", que ficou com a segunda posição. Por sua vez, a série regular "One Piece" garantiu a quinta posição.


quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Boruto: Naruto the Movie - Maior Bilheteria da Franquia

Fonte: animenewsnetwork


O filme "Boruto -Naruto the Movie-" já arrecadou um total acumulado de 2.02 bilhões de ienes (cerca de 16,8 milhões de dólares) até o dia 25 de agosto. Ele já vendeu 1,56 milhões de ingressos nos 19 dias desde a sua estreia, em 07 de agosto. O filme ultrapassou a bilheteria bruta do filme anterior, "The Last -Naruto the Movie-", que arrecadou 2 bilhões de ienes (16 milhões de dólares), se tornando o filme de maior bilheteria da franquia Naruto.


"Boruto - Naruto the Movie", 11º filme da franquia, tem estreia em 07 de agosto de 2015 no Japão. O filme também chegará aos cinemas australianos (ainda este ano), norte-americanos e canadenses (10 de outubro). A história terá foco em Boruto, filho de Naruto e Hinata, e Sarada, filha de Sakura e Sasuke. Segundo Kishimoto: "Eu concebi a história em que Boruto e Sarada apareçam. Sasuke e Sakura também apareceram".

Ranking de Vendas de Mangás no Japão, 17 de Agosto a 23 de Agosto

Fonte: animenewsnetwork


O ranking de vendas de mangás no Japão, no período de 17/08 a 23/08, encontra-se logo abaixo. A liderança da semana ficou com Detective Conan (343.138 cópias vendidas), seguido por Terra Formars (305.918 cópias vendidas), Ace of Diamond (226.206 cópias vendidas) e The Seven Deadly Sins (186.696 cópias vendidas).

O volume único do spin-off de Naruto vendeu 65.911 cópias, e no acumulado de três semanas, 883.987 cópias.


Shonen Jump - Prévia das Capas (Setembro de 2015)

Uma prévia das capas dos lançamentos de setembro da Weekly Shonen Jump foram divulgadas (no sentido da esquerda para direita, de cima para baixo):

Kochikame 196
Toriko 36
World Trigger 12
Hinomaru Zumou 6
Lady Justice 1
Devilyman 1




Confira também previsões de lançamentos dos volumes (tankobon) da Shonen Jump para os meses de outubro e novembro.

Outubro: One Piece 79, Haikyuu!! 18, Assassination Classroom 16, Saiki Kusuo no Psi-nan 15, Shokugeki no Souma 15, Isobe Isobee Monogatari 8, Ultra Battle Satellite 3 e Black Cover 3.

Novembro: Bleach 70, Gintama 61, Nisekoi 20, Hinomaru Zumou 7, Kagamigami 3, Lady Justice 2, Devilyman 2, Sesuji wo Pin! to Kyougi Dance-bu e Yokoso 1 e Best Blue 1.

Table of Contents 2015 - Weekly Shonen Jump Issue #40

Fonte: mangahelpers
      
Table of Contents (ToC) é a ordem na qual os mangás da Weekly Shonen Jump estão posicionados na revista naquela semana. A ordem representa um ranking de popularidade: mais acima há séries populares, mais abaixo tem séries menos populares. Uma série com pouco popularidade significa que ela corre o risco de ser cancelada. Quanto mais próximo do fundo da revista, maior a chance disso acontecer. Saiba mais aqui.

Confira abaixo a Table of Contents da Weekly Shonen Jump Issue #40. A capa desta semana ficou a série Bleach.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Table of Contents - Issue # 40/2015
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Título e Autor(a)

1.
 Bleach (Capa e Páginas Coloridas) - Tite Kubo
2. One Piece - Eiichiro Oda
3. Assassination Classroom Yuusei Matsui
4. Haikyuu!! Furudate Haruichi
5. Shokugeki no Soma Tsukuda Yuuto e Saeki Shun
6. Ryuujin-den Gagamaru (Páginas Coloridas e One-Shot) - Uemura Yuuki
7. Gintama (Páginas Coloridas) Hideaki Sorachi
8. Boku no Hero Academia (Páginas Coloridas) - Kouhei Horikoshi
9. Toriko - Mitsutoshi Shimabukuro
10. Sesuji wo Pin! to Kyougi Dance-bu e Yokoso - Yokota Takuma
11. Hinomaru Zumou (Páginas Coloridas) Kawada
12. PSI Kusuo Saiki Asou Shuichi
13. Black Clover - Yuki Tabata
14. Nisekoi - Naoshi Komi
15. Best Blue - Hirakata Masahiro
16. Kochikame Osamu Akimoto
17. World Trigger - Daisuke Ashihara
18. Devilyman - Kentaro Fukuda
19. Kagamigami Toshiaki Iwashiro
20. Lady Justice - Ken Ogino
21. Isobe Isobee Monogatari - Nakama Ryou
Ausências - HunterxHunter

Issue 41# - Informações
Kochikame (Capa e Páginas Coloridas) Osamu Akimoto
Assassination Classroom, Isobe Isobee Monogatari e Carbonator (por Muragimo Atsuhito) - Páginas Coloridas
 -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Legenda
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Capa da Revista
Páginas Coloridas  
Nova Série  
One-Shot  
Fim da Série ou Cancelamento
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Imagens:



quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Shikamaru Hiden - Capítulo 3: Shikamaru (Parte Dois - Tradução)

A novela "Naruto - Shikamaru Hiden: Yami no Shijima ni Ukabu Kumo" lançada em 04 de março, traz um aventura inédita com Nara Shikamaru, dois anos após a Quarta Guerra Mundial Shinobi. A novela é escrita por Takashi Yano, e possui 224 páginas.


Os capítulos da novela serão traduzidos para o português a medida que a versão em inglês seja liberada. Confira a segunda parte do capítulo três (o livro original não faz separação dos capítulos em partes, ela será feita nesta tradução para tornar a leitura menos massante). Para ver outras partes do livro acesse aqui.

------------------------------------------------------------------------------ 
Capítulo 3 - Shikamaru (Parte Dois)

Por uma fração de tempo, Temari se sentiu aliviada. Ela tinha chegado até Shikamaru a tempo.

Após aquela conversa com Gaara, Temari dirigiu-se até Konoha e questionou Naruto. O ninja loiro não teve nenhuma resposta para ela.

Mas, assim como Temari, Naruto tinha um sentimento estranho de que algo não estava certo com Shikamaru ultimamente. Ino e Chouji foram consultados, e seus sentimentos de incerteza reforçaram sua percepção, Naruto levou Temari até Kakashi para pressioná-lo por respostas.

O discurso esquentado de Naruto incomodou Kakashi por um lado, Temari comunicou que poderia requerer reforços de Suna pelo outro lado. E, finalmente, ele cedeu.

Sob a promessa de que eles não agravariam a situação, foi dado o consentimento para os shinobi de Sunagakure agirem.

Temari tinha feito arranjos prévios com sua vila para que seu reforço pudesse começar a agir imediatamente, se necessário. Logo que conseguiu o consentimento de Kakashi, Temari enviou uma mensagem para sua vila e, em seguida, partiu em direção ao País do Silêncio. No caminho, ela se encontrou com o grupo shinobi de Sunagakure que Gaara estava liderando.

No momento em que entraram no país, eles começaram a escolher pessoas úteis para interrogatório.

Neste ponto, já tinha 10 dias desde que Shikamaru estabeleceu-se no País do Silêncio. Temari estava perdendo sua presença de espirito em sua pressa, e seus interrogatórios se tornaram mais graves. Pouco tempo depois, um homem que se chamava 'iluminado' deixou escapar que um shinobi de Konoha tinha sido feito prisioneiro dentro do castelo do país.

Assim que ela soube, o resto foi fácil.

Eles se infiltraram no castelo por uma blindagem de areia feita por Gaara. Temari levou sua pequena armada pelos corredores, retirando os guardas do caminho antes que pudessem acionar o alarme, e, lentamente, furtivamente fazendo seu caminho para o grande salão. E também foi na hora certa, Shikamaru estava quase a ponto de dar sua lealdade a Gengo.

No momento que Temari viu Shikamaru sendo afetado pelo discurso de Gengo sobre os shinobi regerem o mundo, ela perdeu todo seu autocontrole.

Shikamaru não era o tipo de homem que se deixa influenciar por esse tipo de porcaria!

Quando Temari explodiu as portas do salão e entrou dentro dele, seu corpo não estava sendo comandado por ela. Ela foi alimentada por uma fúria adulterada.

Ouvindo que era um genjutsu, ela sentiu-se aliviada...

Depois de acordar, Shikamaru voltou a ser o homem que ela conhecia. Ele tinha enfrentado Gengo com o nariz sangrando e os habituais olhos preguiçosos, e apenas essa visão tinha sido suficiente para fazer Temari sentir que tudo até agora tinha valido a pena.

"Você não devia ser tão distraída."

Foi um shinobi de Konoha que disse isso, com um sorriso mecânico em seu rosto. O pincel que segurava tinha dado vida a incontáveis tigres e lobos agora. Neste momento, ele criou um tigre branco que impiamente rosnava. Fora todos os animais de tinta que ele criou, este parecia o mais perverso.

Se ela lembrava direito, o nome do cara era Sai...

Companheiro de equipe de Naruto e Sakura.

"Distraída? Eu não sou a única a repetir o mesmo ataque outra vez." Temari murmurou baixinho, e balançou seu tessen, contorcendo todo seu corpo no movimento.

O vento de seu tessen transforma-se em uma doninha empunhando uma foice: Kamatari. Ele torce e balança seu corpo, juntamente com o vento, se lançando contra o tigre e cortando sua garganta com sua foice. O tigre de Sai se desfez de volta em tinta, esparramando-se pelo chão.

"É admirável que você não tenha nenhuma hesitação." Sai comentou.

Temari se virou para olhar de onde a voz tinha vindo. 

Se foi!

Quando ele desapareceu, e para onde?

Ela ainda não teve tempo para acompanhar seus movimentos com os olhos...

"Um shinobi que não pode ver através do meu Sumigasumi-Shunshin¹... não existe."

Sai havia se teletransportado para trás dela.

Ele estava prestes a acertá-la com uma punhalada.

Ela não seria capaz se virar a tempo.

Esquerda ou direita?

"Ah, dane-se!"

Ela teria que fazer uma aposta.

Em silêncio esperando uma lâmina que não veio. Temari virou seu corpo para a direita. A garra do tigre veio na direção dela, errando sua sobrancelha esquerda.

"Ingênua demais." A voz de Sai estava fria o suficiente para dar calafrios até a espinha de uma pessoa. 

Quando ele tinha teletransportado na frente dela?

"Droga!"

Temari balançou seu tessen ao redor de seu corpo como um escudo. Seu leque foi construído para que as dobras fossem fortes o suficiente para desviar lâminas de ferro. Ela estava completamente protegida contra armas como a kunai.

Mas...

"Guh!"

Temari entrou em colapso onde estava, uma dor aguda penetrou seu abdômen.

"A manipulação de chakra... É minha especialidade." Disse Sai, com uma clara, e inocente voz. A kunai que estava segurando tinha perfurado em linha reta através do leque de guerra de Temari até seu estômago.

Havia algo envolto na arma, como a névoa.

Chakra.

Ele havia envolvido a kunai com chakra tão espesso que você podia realmente vê-lo. Força e agudez da lâmina devem ter aumentado dez vezes...

"Não importa o quão duro você lute, nenhum de vocês serão um desafio para Gengo-sama." Disse Sai. "No final do dia, nos 'iluminados' seremos aqueles que controlarão o mundo."

"Isso... é realmente o que você quer?"

"Sim." Sai abriu um sorriso em seu rosto. Ele não parecia alguém sob um genjutsu. Uma fé inabalável por Gengo estava pintada por todo o rosto de Sai.

Mas... 

"Então..." Temari disse com dificuldade. "Por que você está chorando?"

A lágrima que tinha escapado do olho esquerdo de Sai não passou despercebida por Temari.

Nas profundezas de seu coração, ele estava em conflito.

"Eu não estou chorando." Sai rangeu os dentes, apertou sua kunai, preparando-se para a estocada final.

Temari prendeu a respiração.

"RECOMPONHA-SE E ACORRRRRRRRRRDEEEEEEEEEEE!!"

De repente, Sai teve os pés varridos pela barulhenta kunoichi. Ele foi jogado para fora do campo de visão de Temari, sua kunai usada para apunhalá-la caiu ruidosamente ao chão.

"Você está bem?" Uma kunoichi perguntou apoiando-se sob a colapsada Temari.

"Sa... Sakura?"

"Espere, não fale agora." Sakura disse. "Vou fechar a ferida em seu estômago."

Chakra rodeava a mão da kunoichi enquanto ela suavemente pressionava contra a ferida aberta de Temari. Ondas quentes de chakra envolviam seu estômago.

"Espere... e o Sai?"

"Está tudo bem, nossos companheiros estão lidando com ele."

"Ah?". Temari virou seu olhar na direção em que Sai tinha sido arremessado.

Alguém estava imobilizando Sai, onde ele havia sido jogado por Sakura.

Gigante...

Sem engano. Aquele homem gigante era definitivamente o melhor amigo de Shikamaru.

"Chouji!" A kunoichi de longos cabelos gritou atrás dele. "Você continue mantendo ele assim!"

"Shikamaru estava em perigo, mas os shinobi de Konoha não se mobilizaram para ajudá-lo." Sakura imitou o comentário de um cidadão enquanto curava o estômago de Temari. "Seria realmente irritante se as coisas terminassem assim, então..."

Havia dois shinobi de pé trás de Sakura, ambos cobertos de feridas. Um deles era um homem de meia idade com uma temível cara. A outra era uma garota muitos anos mais jovem do que Temari.

Temari rangeu os dentes de dor por conta de sua ferida, e se virou para falar com Sakura mais uma vez.

"Ele está sob... um genjutsu..."

"Está tudo bem." Sakura assegurou. "Já ouvi destes dois."

Os dois shinobi de pé atrás dela balançaram a cabeça em afirmação as suas palavras.

"Bem! Está tudo preparado!" A kunoichi de cabelos compridos gritou para Chouji, estendendo as palmas das mãos.

Sai estava lutando furiosamente sob o corpo gigante de Chouji, o rosto dominado pela sede de sangue. Ele rosnava mostrando os dentes, com os seus caninos aguçados.

"Técnica Ninja - Shintenshin no Jutsu!" A kunoichi de cabelos compridos gritou.

"Enquanto o jutsu de Ino funcionar, ele estará bem." Murmurou Sakura.

Chouji liberou Sai, recuando.

Sai ficou de pé.

Foi num instante.

Como se atingido por um raio, um tremor atravessou o corpo de Sai, ele parou de se mover. Do outro lado, em perfeita sintonia com ele, o corpo de Ino tinha endurecido também.

"Ahh, lá vamos nós. Está tudo bem agora." Sakura lentamente removeu sua mão.

A dor no estômago de Temari tinha desaparecido completamente.

--------------------------------------------------

Ino estava mergulhado dentro da escuridão. Mais e mais fundo ainda.

Ela ainda não tinha encontrado Sai.

Não importa o quanto ela mergulhou e mergulhou, tudo que cercava Ino era uma profunda, obscuridade manchada por tinta.

Este era Sai, depois de tudo. Ele não estava plenamente consciente de que o seu verdadeiro eu estava em um quotidiano. Ele não seria facilmente encontrado.

Mas ela estava indo para salvá-lo, não importasse o que...

Se por acaso Ino não pudesse salvar Sai, sua vinda até aqui não teria sentido.

Ela desesperadamente continuou se debatendo através das camadas do coração de Sai.

O Shintenshin no Jutsu pode mover o corpo de outra pessoa de acordo com sua vontade, e o método exerce influência a partir do interior do coração das pessoas. Durante os Exames Chuunin, Ino claramente percebeu isso quando tinha lutado contra Sakura pelo controle do coração desta última.

De volta a Konoha, ela lera uma carta de Sai, ver sua caligrafia gerou um confuso e caótico sofrimento que ela não conseguia compreender. Naquele momento, Ino tinha sentido o sofrimento de Sai tão intensamente que doía.

Até aquele momento, Ino não tinha visto sinal de Gengo ou seu genjutsu ou qualquer outra coisa, mas ela tinha claramente em mente seguir em frente. Claro, era queria salvar Shikamaru também, mas o estopim para Ino começava por tirar a angustiada carta de Sai de jogo.

Sai, que estava constantemente preocupado com o vazio de seu coração, estava sofrendo mais do que ninguém sob o genjutsu de Gengo. Não havia mais ninguém que pudesse salvar Sai do que Ino.

E foi por isso que ela estava determinada a manter a incursão, não importasse o quão profundo tivesse que ir.

Quando você mergulha profundo demais no coração dos outros, a primeira coisa que irá acontecer e sua própria existência começar a diluir pelas bordas.

A última coisa que poderia acontecer é sua consciência desaparecer completamente nessas profundidades. Se isso acontecesse, não haveria como voltar atrás.

Havia uma razão para Ino se arriscar tanto para salvar Sai.

... Ela queria poder falar mais com ele.

Sai sempre deu sorrisos solitários, ela queria conhecê-lo mais e mais.

Não havia maneira de ela deixá-lo em um local escuro como esse.

Logo, Ino começou a sentir um pouco de calor vindo da escuridão. Uma fraca luz...

Ela se depara com uma grande quantidade de chakra. Uma mistura de chakra de pessoas...

Naruto.

Sakura.

Yamato.

Kakashi.

Todos os shinobi de Konoha estavam lá.

Era como um solitário fogo ardente no meio de uma nevasca.

Ino mergulhou um pouco mais, os olhos examinando o gigante emaranhado, procurando no meio de todos os chakra.

Lá estava ele...

Encapsulado no meio de todo aquele ardor estava Sai.

"Sai!" Ino aproximou-se dele em desespero. "Por aqui!"

Sai olhou na direção da voz. Ambos os olhos estavam vermelhos e inchados de tanto chorar.

"Vamos." Disse Ino. "Vamos sair daqui juntos."

"Você é..."

Ino estendeu a mão, sua mão finalmente tocou o ombro de Sai, firme e tranquilizadora.

"Vamos, está bem?" Ela disse.

Naquele momento, Sai sorriu.

Ino nunca tinha visto ele sorrir tão naturalmente antes.

--------------------------------------------------

Ino estava respirando fundo e alto, com se ela tivesse acabado de sair pela superfície de um oceano muito profundo. Ela tomou grandes golfadas de ar, seu corpo desesperado por oxigênio.

A escuridão tinha sido deixada para trás, agora o cenário era repleto de luz.

Sakura e Chouji estavam montando guarda. Ino estava na frente de Sai dormindo.

"Como foi, Ino?"

Embora tivesse ouvido a pergunta de Chouji, Ino estava muito cansada para responder.

A cabeça de Sai estava próximo do joelho de Ino. Lentamente, seus olhos se abriram.

Antes de ela perceber, eles tinham apertado as mãos juntos.

"Sai."

"Você..." Sai murmurou atordoado, apertando seu braço. "Você era..."

"Você pode parar de se preocupar." Lágrimas começaram a brotar dos olhos de Ino.

"Obrigado, Bijin-san. (Senhorita Bonita)" 

"Idiota..."

Os dois sorriram gentilmente um para o outro.

Nota¹ - Variação de Sai para o Shunshin no Jutsu, "Técnica do Deslocamento Instantâneo".

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Shikamaru Hiden - Capítulo 3: Shikamaru (Parte Um - Tradução)

A novela "Naruto - Shikamaru Hiden: Yami no Shijima ni Ukabu Kumo" lançada em 04 de março, traz um aventura inédita com Nara Shikamaru, dois anos após a Quarta Guerra Mundial Shinobi. A novela é escrita por Takashi Yano, e possui 224 páginas.


Os capítulos da novela serão traduzidos para o português a medida que a versão em inglês seja liberada. Confira a primeira parte do capítulo três (o livro original não faz separação dos capítulos em partes, ela será feita nesta tradução para tornar a leitura menos massante). Para ver outras partes do livro acesse aqui.

------------------------------------------------------------------------------
Capítulo 3 - Shikamaru (Parte Um)

A feroz batalha estava acontecendo ao redor de Shikamaru. Em meio ao som das lâminas colidindo e rugido de gritos de guerra, ele nivelou o olhar com o de Gengo.

"Então você está me dizendo que não se preocupa com a opressão shinobi?!" Gritou Gengo, uma veia pulsa em sua têmpora.

O solene, onisciente homem de meros momentos atrás estava longe de ser visto. Foi porque Shikamaru quebrou seu genjutsu? Não, isso não podia ser a razão. Gengo estava tão frenético, não havia um único átomo de calma em seu corpo.

"O que fez você perder sua presença de espírito?" Perguntou Shikamaru.

"Q-Quê?"

"Bem, você está tão desesperado que é patético."

"Quem é..." Gengo desvaneceu em um murmurio frenético. Sua voz saiu como um gemido de dor, rangendo os dentes. "Escute, nós shinobi carregamos poderes sobre-humanos, é o destino sermos temidos por pessoas normais. O medo se transforma em descriminação, que dá luz a opressão. Nesse ritmo, todos os shinobi terão lentamente mais e mais sofrimento."

"Você sabe, eu..." Shikamaru inclinou a cabeça para esquerda, dobrando seu pescoço. Ele manteve os olhos em Gengo. "Eu acho que seria bom se o conceito 'shinobi' deixasse de existir."

"Q- o que você está dizendo?!"

"O que é essa reação? Não tinha você desistido de ser um shinobi?"

"..." Mais uma vez, Gengo começou a murmurar para si mesmo de forma indecifrável. Ele parecia tão ridículo que Shikamaru abriu um sorriso no canto da boca.

"Shinobi finalmente reunidos como uma aliança." Shikamaru continuou. "Enquanto a união continuar assim, logo em seguida, toda a luta irá cessar também."

"N-não fale como se fosse tão simples..."

"Você nunca sabe até que você tente."

A mão de Gengo moveu por trás das costas, como se ele estivesse segurando algo...

Uma kunai.

Shikamaru estava relaxado até o momento, mas agora ele ficou tenso. Ele tinha perdido todas as suas armas quando confinado na prisão de Gengo. Ele não tinha nada para se defender com-

"Shikamaru!" Temari gritou.

Ele se virou na direção da voz. Ele viu alguma coisa voando pelo ar em sua direção. Assim que chegou ao alcance de seu braço, Shikamaru estendeu a mão e a pegou com a mão direita.

Kunai...

Ele ouviu o som de Temari rindo, feliz por ele ter pegado.

Isso aconteceu no tempo que levou para piscar. 

Quando Shikamaru virou para pegar a kunai para enfrentar seu oponente, Gengo já estava pulando em sua direção.

Shikamaru pulou também.

As duas kunai chocaram-se em pleno ar, faíscas voando pelo impacto. Ambos os pulsos em riste tentando superar o outro.

"Não é porque há lutas no mundo que pessoas como nós se tornam shinobi?" Comentou Shikamaru.

"Seu jovem insolente..." A voz de Gengo tornou-se violenta.

No mesmo instante, ambos os oponentes pularam para trás, mantendo uma distância entre eles.

Eles chegaram a uma distância semelhante quando eles começaram, mantendo a kunai firme e seus corpos em uma posição de prontidão, com olhar cansado de um para outro.

Os pés de Shikamaru empurraram o chão, ele se moveu avançando contra seu adversário novamente.

Ele balançou sua kunai com uma sanguinária intenção em direção a cabeça de Gengo.

Mas, a intenção dele era a mesma. A kunai de Gengo estava voando em direção ao seu rosto também.

Shikamaru sacudiu a cabeça saindo do caminho dela, mas ele ainda sentiu a kunai corta uma linha reta em seu rosto, viu o sangue jorrando para fora em uma explosão carmesim. 

Seus olhos registraram um sangrento corte na bochecha de Gengo também.

O braço esquerdo de Shikamaru ergueu-se, agarrando o pulso direito de Gengo, onde ele carregava sua kunai, numa espécie de luta de braço. Teria sido uma situação melhor se Gengo não tivesse feito o mesmo. Os dois estavam empacados, ambos usando sua mão desarmada para agarrar o pulso da outra mão armada.

"O primeiro passo para acabar com as lutas... é a união shinobi." Shikamaru exprimiu. "Shinobi tem que se unir em primeiro lugar. Então, nosso círculo de obrigações irá expandir para envolver os Daimiôs e os cidadãos também. Contando que o nosso mundo una-se, as pessoas não terão que se tornar shinobi mais. Mesmo que não seja na minha vida, então na vida do meu filho, ou na vida do meu neto... um dia os shinobi deixaram de existir."

"Neste mundo não é fácil que ideais sejam postos em prática." Disse Gengo.

"Não são os seus planos ideais também?"

Os cantos da boca de Gengo ergueram-se em uma estranha curva mecânica. A expressão em seu rosto era maligna demais para ser chamado de sorriso.

"Eu estou dizendo a você de antemão." Disse Shikamaru. "Você não será capaz de me colocar em um genjutsu."

"Bem, ouça de qualquer forma, Shikamaru." Disse Gengo. "As coisas chamadas 'ideais' só tem valor se há possibilidade de realizá-las for alta. O ideal que você está falando é tão impossível quanto capturar as nuvens. A diferença entre o seu e o meu ideal é como a distância entre o céu e a terra."

"Estúpido, não é?" Shikamaru observou.

"Os verdadeiros estúpidos são aqueles que não reconhecem sua própria estupidez."

"Sim, é por isso que estou te chamando de estúpido."

Um estranho sorriso reprimido surgiu nos cantos da boca de Gengo.

De repente, Gengo moveu seu braço esquerdo, torcendo o pulso direito de Shikamaru na região da articulação. Seu pulso doía em uma dor triturante.

Shikamaru teve seu pulso bloqueado, e seu aperto na mão armada de Gengo foi enfraquecido. Gengo inclinou sua kunai no pescoço de Shikamaru, chegando cada vez mais perto.

Ele não teve tempo suficiente para evitá-lo.

Shikamaru girou o corpo na mesma direção que Gengo estava torcendo seu pulso, e com os pés chutou o chão. O braço direto armado de Gengo foi torcido anti-horário com seu salto, e ele conseguiu se livrar da kunai. No meio do ar, Shikamaru puxou sua perna para dar um perverso pontapé no cocuruto da cabeça de Gengo.

A mão de Gengo soltou o pulso de Shikamaru para que ele pudesse cobrir a cabeça com os braços. Shikamaru desferiu outro feroz chute em seu braço, desta vez, se ouviu um estalo do osso afundando.

E ele não terminou.

Shikamaru pousou no chão e aproveitou sua vantagem, balançando a outra perna e chutando Gengo diretamente no lado.

Gengo cambaleou um passo para trás.

Shikamaru não parou. Ele moveu a perna esquerda em um suave chute, varrendo os pés de Gengo. Sasuke Uchiha Shishi Rendan, e Naruto Uzumaki Naruto Rendan. O ataque de Shikamaru imitou aqueles movimentos.

Ele pensou que fez um bom trabalho, ele disse isso a si mesmo.

Gengo havia caído no chão.

Shikamaru estava sobre ele em segundos, prendendo-o no chão enquanto segurava uma kunai contra sua garganta. Se Gengo movesse um pouco sequer, Shikamaru pretendia matá-lo sem hesitação.

"Po-por que minhas palavras não afetam sua mente?" Gengo engasgou.

"Ei, agora, você sabe que um Genjutsu só funciona se houver um ponto fraco no coração de alguém."

"Desde que a mulher apareceu," Balbuciou Gengo, "Sua súbita mudança de comportamento mostra que seu coração está cheio de pontos fracos, não é?!"

"Você é realmente um idiota, hein..." Shikamaru suspirou, antes de sorrir. "Meu coração está cheio de pontos fracos. Não... não nada mais do que pontos fracos. É exatamente porque tenho todos esses pontos fracos, que você não encontra um para você se esgueirar através dele. Uma pessoa de mente fechada como você provavelmente não vai entender o que quero dizer."

"T-tal coisa... não pode ser..."

"Você vai ter que aceitá-la, com a atual situação. Suas palavras não me afetam mais."

Suor frio irrompe da testa de Gengo.

"Honestamente, eu não quero fazer esse tipo de coisa." Disse Shikamaru, falando mais para si mesmo do que para Gengo. "Eu teria gostado de viver uma vida normal. Mas..."

Sempre houve sentimentos de desapontamento sobre a vida ardendo em algum canto no coração de Shikamaru...

Mas neste momento, eles desapareceram.

Ele tinha feito sua decisão.

"Acontece que eu não sou alguém que pode viver esse tipo de vida."

"As pessoas precisam de mim, então, eu não tenho escolha, senão fazer essas coisas."

Shikamaru estava em seu atual estado, por que ao longo dos anos, esse sentimento de não ter decisões estava crescendo mais e mais. As coisas começaram a dar errado dentro do seu coração. Ele segurou a atitude de culpar os outros pela forma que ele estava vivendo sua vida, tornam-se indiferente e insatisfeito com tudo.

Ele cometeu um grave erro.

Pois, o único que começou a se afastar de seu sonho... era ninguém menos que o próprio Shikamaru.

Esse seu sonho, de viver uma vida normal, não estava mais sendo realizado.

Mas ele estava bem com isso.

Afinal, ele tinha encontrado um novo sonho...

"Eu vou passar minha vida construindo um mundo para que as pessoas possam viver suas vidas. Assim, as pessoas que só querem viver confortavelmente poderão fazê-la com a maior amplitude possível." Disse Shikamaru. "Eu vou parar as guerras, e vou unir os países. Vou fazer um lugar no mundo para as pessoas comuns que não têm outro sonho se não viver uma vida simples e normal."

Um cara normal iria proteger a felicidade que as pessoas encontram durante sua vida normal.

Foi um sonho conveniente, e Shikamaru estava satisfeito com ele.

Em prol de realizar seu sonho, ele faria Naruto Hokage, e se tornaria professor de Mirai, e se o resultado de trabalhar em seu sonho o tornaria um bom shinobi que não iria envergonhar seu pai ou Asuma, ele ficaria ficar feliz com isso.

Até agora, Shikamaru teve suas prioridades invertidas. Ele se sentiu pressionado pelo mundo exterior, a definir limites para si mesmo, vivendo sua vida com o constante pensamento de não se tornar um embaraço. Foi por isso que ele tinha trabalho tão duro, desgastando-se muito.

Mas o mundo não iria dizer qual deveria ser o seu sonho. Seu próprio sonho supostamente o alcançaria e se conectaria com o mundo.

"Eu finalmente me livrei das minhas dúvidas." Disse Shikamaru.

"E daí se você fez?" Perguntou uma suave voz atrás dele.

Intenção de matar.

Shikamaru soltou Gengo, e por pouco escapou da garra do tigre que mirava sua cabeça.

Um tigre de tinta...

"Eu não vou deixar você matar Gengo-sama por um sonho tão preguiçoso." Disse Sai, em pé na frente de Shikamaru com o pincel e pergaminho na mão.

"Sai..."

"Gengo-sama! Rápido, imponha sua vontade sobre os tolos shinobi de Sunakagure!"

"Muito bem." Gengo acenou a cabeça, rapidamente subiu as escadas e o trono acima. Ele ergueu as duas mãos. "Ouçam todos!"

Ele estava preparando mais um dos seus discursos carregados de chakra.

"Como se eu fosse deixar!" Shikamaru correu para as escadas, mas Sai pulou em seu caminho.

"Eu não vou permitir que você interfira com a causa de Gengo-sama!" O pincel de Sai moveu-se sobre o pergaminho com velocidade relâmpago, e outro tigre de tinta materializou-se. "Vá!"

O novo tigre, bem como o que tinha tentado acertar a cabeça de Shikamaru um tempo atrás, ambos se lançaram ao ataque contra ele.

Gengo estava falando em voz alta na plataforma. Se Shikamaru não impedisse, ele mergulharia todos os shinobi de Sunagakure em um genjutsu e os congelaria ali. 

De repente, Shikamaru teve uma ideia.

"Ouça, Temari!" Embora ele não tivesse certeza de sua localização exata no campo de batalha, ele gritou para ela de qualquer maneira. "Aquele cara mergulha as pessoas em genjutsu com suas palavras! Abafe a voz dele com o seu vento!"

"Entendido!" A feroz resposta de Temari soou surpreendentemente nas proximidades.

No momento seguinte, o forte vendaval floresceu, violentas correntes de vento voaram livremente pelo salão. As palavras de Gengo foram engolidas completamente pelo vento violento de Temari.

Ao se esquivar dos ataques de tigres de tinta de Sai, Shikamaru olhou para o trono no topo das escadas. Gengo percebeu que suas palavras não teriam efeito algum se ele não fosse ouvido, e agora estava tentando escapar.

"Merda..." Shikamaru tentou subir as escadas, mas o tigre de tinta de Sai pulou em seu caminho. 

"Eu realmente não posso deixar você passar."

"Sai, já chega! Acorda!"

"Os que devem despertar é você e os outros."

Não adiantava. Sai estava completamente preso nas garras do genjutsu de Gengo.

De repente, um dos fortes vendavais que havia causado caos ao redor do salão atrás de Shikamaru, tinha desmaterializados os tigres de tinta de Sai, em brumas de tinta preta.

Temari tinha saltado entre Shikamaru e Sai.

"Deixe isso comigo, e siga aquele maldito!" Ela ordenou.

"Temari..."

"Você pode me agradecer mais tarde, apresse-se e vá!"

"Entendi." Disse Shikamaru, e começou a correr pelas escadas.

"Pare aí, Shikamaru!" Gritou Sai.

"Ah não, você não vai." Disse Temari, e abriu seu leque de guerra. "O seu adversário sou eu."

Os olhos de Shikamaru permaneceram com eles por apenas um momento, então se virou para subir as escadas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...