terça-feira, 20 de junho de 2017

Konoha Hiden - Prólogo (Tradução)

A novela "Naruto - Konoha Hiden: Shūgenbiyori" (Naruto - Konoha Hiden: O Dia Perfeito para um Casamento), autoria de Shō Hinata, foi lançada em 01 de Maio de 2015 no Japão. O livro contém 240 páginas.


Os capítulos da novela serão traduzidos para o português a medida do possível. A tradução para o inglês foi realizada por cacatuasulphureacitrinocristata. Você pode ler o prólogo abaixo. Para ver outras partes do livro acesse aqui.

------------------------------------------------------------------------------
Prólogo: Algo Além do Convite de Casamento

Hatake Kakashi, o Sexto Hokage, descobriu que ele tinha um problema.

"Bem, então, o que eu devo fazer..."


Seus murmúrios se propagaram pela sala vazia e acabaram sendo engolidos pelo silêncio.


Como de costume, Kakashi estava sozinho no escritório do Hokage, lutando contra uma montanha de papéis.


A pilha de documentos que estava na frente de Kakashi tinha atingido uma altura tão grande que estava bloqueando sua linha de visão. Não era apenas uma pilha. Várias pilhas da mesma altura foram empilhadas ao redor, tanto na esquerda quanto na direita. Como líder da aldeia e como Hokage, era seu dever ler cada um desses documentos.


No entanto, esse não era o problema de Kakashi. Ou melhor, não era um problema tão importante.


O conteúdo de cada um dos documentos em sua mesa poderiam ser facilmente resolvidos, lendo cada um por vez e carimbando quando necessário. Para trabalhos desse tipo, uma vez que você começa a se concentrar, você ficaria surpreso com a rapidez com que é concluído.


Se você colocasse na cabeça que iria ler a papelada mais rápido, uma nova pilha iria crescer na sua frente, uma forma de ser mais rápido é transformar seu trabalho em uma espécie de jogo, desviando seus pensamentos do trabalho, naturalmente a papelada iria se transformar em diversão. 

Enquanto carimbava os documentos, Kakashi pensava consigo mesmo 'Se eu não entrar no ritmo, as pessoas não serão capazes de ver o meu rosto por detrás dessa pilha de papéis', manter-se entretido com pensamentos bobos como esse era seu método de trabalho.

No entanto, seu problema atual não era algo que pudesse ser tratado de forma tão leve.


Kakashi deixou que seus olhos caíssem sobre os documentos com as missões, eles estavam espalhados em sua mesa. Suas mãos começaram a se mover.


Ou melhor, para ser mais exato, apenas as pontas dos dedos estavam se movendo.


No silêncio do seu escritório, Kakashi começou a bater os dedos contra a superfície de sua mesa, soltando pequenos sons graves 'ton, ton'. De alguma forma, esse ritmo inquieto o ajudou a recolher seus pensamentos dispersos.


Como o nome indica, a lista de missões era um documento que continha os detalhes das próximas missões de cada shinobi da aldeia. Que tipo de missão era, quanto tempo levaria essas missões, todos os possíveis detalhes de sua programação estava escrito nesse documento.


Kakashi estava verificando a lista de missões com muito mais cuidado do que o habitual, por causa de uma certa circunstância.


Seus olhos lentamente se viraram para a borda da mesa, onde um envelope tinha sido colocado com cuidado de forma que não fosse enterrado sob as pilhas de papéis.


Dentro desse envelope estava um convite por escrito para a cerimônia de casamento entre Naruto e Hinata.


Kakashi já tinha preenchido o convite confirmando sua presença, e acrescentou uma mensagem de felicitações. Normalmente, isso era tudo o que precisava fazer em casamentos, mas Kakashi tinha mais uma tarefa em mãos.


A tarefa em questão era de reorganizar a lista de missões para certificar-se de que todos os convidados de Naruto e Hinata, em especial seus amigos, pudessem comparecer ao casamento sem que qualquer missão fique no caminho.


Foi uma grande dor de cabeça por que os amigos de Naruto e Hinata eram shinobi que estavam muito ativos na linha de frente do mundo shinobi. Eles eram da primeira classe ninja, e sempre recebiam novas missões, seja dia ou noite.


E missões desse tipo sempre incluíam possíveis infortúnios.


Condições meteorológicas diversas, estradas ruins, ferimentos... as razões e circunstâncias variam, mas era frequente 
shinobi retornarem para a aldeia depois de uma semana inteira em missões que deveriam durar três dias.

Kakashi teve que reorganizar os horários de trabalho dos shinobi de elite, mantendo em mente que as missões poderiam alongar-se mais do que o normal. Era uma tarefa incrivelmente difícil distribuir missões para kunoichi e shinobi...


Sem mencionar o fato de que ele deveria ter certeza de estar tudo organizado, pois de modo algum o pobre do convidado deveria chegar cambaleando na cerimônia de casamento recém-saído de uma missão ou...


Kakashi estava imbuído de um sentimento paternal, ele queria organizar de uma maneira que todos tivessem pelo menos um dia livre antes do casamento... No entanto, no mundo real, não era tão fácil colocar esse pensamento em prática.


Os olhos de Kakashi vagaram para frente e para trás ao longo da lista. Se ele colocar essa pessoa nessa missão ela poderia ir, mas depois, essa outra pessoa não iria se encaixar, se colocasse nessa missão ela não iria aceitar... Ele estava passando por um momento muito difícil.


E ainda por cima, havia o fato de que no mundo dos adultos e das pilhas de papéis, havia uma coisa muito irritante chamada "aparências".


Para um líder de um grupo de ninjas de elite é normal que seus subordinados tão dedicados não tenham nenhum tempo extra para descansar, mesmo quando feridos ou até mesmo com sintomas de febre, dessa formar, distribuir dias consecutivos de descanso para um shinobi não seria nada adequado.


Ele tinha que pensar refletindo sobre sua posição oficial como Hokage.


Ele resolveu tudo sem maiores problemas, continuou administrando a aldeia e certificou-se de que as coisas corriam bem.


Ele tinha que fazer de alguma forma, fazer com que todos pudessem assistir ao casamento com sorrisos em seus rostos.


Kakashi fechou os olhos e recostou-se na cadeira, pensando profundamente.


Ele realmente não teve nenhuma ideia brilhante.


Reorganizar os horários de todos era garantia de um problema.


Seria bom se ele pudesse transformar o dia do casamento de Naruto e Hinata em uma missão, então...


De repente, Kakashi teve uma ideia.


Se ele fizesse isso, então todos os outros ajustes seriam muito mais fáceis...


–Não, isso era... É meio... Seria um abuso de autoridade, certo...


Kakashi cruzou os braços, com cara de quem pensava que iria estragar tudo.


Na realidade, a trilha de pensamentos de Kakashi sequer passavam pelo tema de abuso de autoridade, de forma alguma. Afinal, ele estava usando de seu poder para ajustar, na medida do possível, os horários de todos corretamente. No entanto, Kakashi não tinha enfrentado questões como essa em suas pilhas de papéis ainda, ele ainda não estava ciente desse fato.


Afinal, Kakashi era um shinobi que passou a maior parte de sua vida na linha de frente de batalha, não na política.


"Bem, será meu último recurso, eu acho."


Kakashi soltou uma gargalhada, e depois continuou com seus pensamentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...