sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Kakashi Hiden - Capitulo 2: Momento do Século (Tradução)

A novela "Naruto - Kakashi Hiden: Hyōten no Ikazuchi" lançada em 04 de fevereiro, junto com volume 72 da série regular, traz Hatake Kakashi como Sexto Hokage e o personagem principal da história. A novela é escrita por Akira Higashiyama (roteirista do filme Naruto Shippuden: Blood Prison).


Os capítulos da novela serão traduzidos para o português a medida que a versão em inglês seja liberada. Confira nesta parte o capítulo dois. Para ver outras partes do livro acesse aqui.

O capítulo dois traz um misto de resumo e trechos seletivos do livro.

------------------------------------------------------------------------------
Capitulo 2 - Momento do Século

Páginas 16 e 17

As duas primeiras páginas são capas.

Páginas 18 e 19

Apesar de ser um evento secreto, uma grande cerimônia para o voo turístico foi realizado na praia. A cerimônia teve kusudama (origami para eventos comemorativos), um desfile, pombas brancas foram soltas, confetes foram jogados, e os discursos congratulatórios foram pronunciados. Todos estão adequadamente vestidos em homenagem ao "momento do século." O Tobishachimaru possui 223 metros de comprimento, 34 metros de diâmetro, e velocidade máxima de 70km/h. O navio também possui seis conjuntos de hélices, uma gôndola aerodinâmica, e quarto de hóspedes. O nome Tobishachimaru veem da orca (shachi/baleia assassina), suas nadadeiras peitorais e dorsais cuidadosamente desenhadas no balão. O clima é perfeito. Tazuna chora com a visão de ver seu trabalho finalizado. Kakashi felicita Tazuna.

Páginas 20 e 21

Tazuna explica que o balão é cheio de hélio para a flutuação, o qual é mais leve do que o ar e resistente ao fogo. O voo turístico terá 2,5 horas, com altitude de 5.000 metros, para que outros países não possam vê-lo ao longo de seu curso. A cor da fuselagem é similar ao azul do céu. Está informação só é conhecida por Konoha. Mesmo que Garyo tenha sido enviado para Hyouzukijyou, o resto de seu bando ainda está por toda a parte. Por isso as habilidades de Konoha são necessárias para a missão de monitorar o navio. A voz na plataforma interrompe o diálogo de Tazuna e Kakashi, e diz que as sortudas 57 pessoas devem encaminhar-se ao Tobishachimaru com seu convite para o embarque.

Páginas 22 e 23


Tazuna é tomado pela emoção e sorrisos. É o momento do século, finalmente! As pessoas riem juntas, enquanto embarcam no Tobishachimaru, tirando fotos para comemorar a ocasião, mas, em seguida, elas ouvem passos de pânico. Uma mulher em um longo vestido azul correndo em plena velocidade, acenando com o bilhete dourado na mão, pedindo para esperarem por ela para que pudesse embarcar. A direita de Kakashi, ela tropeça em algo e ao cair grita.


Trecho Seletivo
Kakashi, instintivamente, agarra seu corpo.

Os olhos escancarados da mulher, e os olhos de Kakashi entrelaçaram-se em meio a agitação. O fluir do cabelo fresco, os lábios ligeiramente abertos, e úmidos, pupilas grandes... O tempo parou por um momento, e no mundo havia apenas duas pessoas, Kakashi e a mulher.

Com o baque, a mulher de vestido longo desabou nos braços de Kakashi. Quando ela levantou o rosto, seu longo cabelo encaracolado delicadamente fez cócegas na ponta do nariz de Kakashi.

Páginas 24 e 25

Kakashi pergunta se ela está bem. Ela pede desculpas por incomodá-lo, estava com muita pressa. Ela grita novamente e começa a correr para o navio, pedindo para esperar por ela para que possa embarcar. Ao ver a moça correr Kakashi tem a sensação de que o voo turístico está sendo antecipado, ao contar para Tazuna, ele também diz, que deve ser um maravilhoso negócio para um carpinteiro. Fugindo do assunto Tazuna elogia a beleza da moça, e pergunta a Kakashi sobre a cerimônia de inauguração. Kakashi balança a cabeça. Ele olha para a mulher, e agora ambos estão aguardando a decolagem. Então, Tazuna diz a Kakashi enquanto ele olha distraidamente as hélices da cauda:


Trecho Seletivo 
"Eu não entendo muito bem, mas em relação a cerimônia de inauguração Hokage, suponho que seja algo como uma cerimônia de casamento entre você e Konohagakure, certo?"

Páginas 26 e 27

Kakashi responde que poderia ser algo do tipo. Tazuna acha que ele não deveria se preocupar, mesmo que todos tenham enormes expectativas. De repente, Kakashi fixa o olhar sob a sombra do navio. Tazuna não percebe, e continua falando sobre a senhorita. Na maior parte, Kakashi o ignora. Tazuna continua falando sobre mulheres assertivas (pessoas que expressa seus sentimentos com espontaneidade, naturalidade e calma), e diz que quando era jovem, era como um cão faminto, correndo atrás de um rabo de saia. Kakashi o interrompe e concentra-se em um homem suspeito que pulou da popa do navio. Kakashi corre em direção à rampa do Tobishachimaru, onde os últimos passageiros tinham embarcado, deixando para trás Tazuna confuso. A tripulação do navio se prepara para decolar.


Páginas 28 e 29


Kakashi chama atenção do homem que usava uma capa preta com capuz, que por um instante fica parado. Kakashi tem a impressão de que o homem não é um convidado. O homem corre para longe de Kakashi, que o pede para esperar. Eles trocam golpes, e Kakashi faz uma combinação consecutiva de ataques. O outrora, Kakashi do Sharingan, percebe que seu adversário é perigoso: não há por parte dele nenhum movimento desperdiçado. Eles trocam outros golpes de Taijutsu, e leem os movimentos um do outro. É um padrão de ataque que Kakashi conhece bem, ele não sente nenhuma sede de sangue do inimigo.


Páginas 30 e 31


Intuitivamente, Kakashi percebe que não há nenhuma indicação de que o adversário usará ninjutsu. Ele afina sua intuição e olha para o homem de capa. Kakashi golpeá o peito do inimigo. Eles trocam golpes de taijutsu. O inimigo é nocauteado ao chão, e Kakashi o expõem e diz:


Trecho Seletivo 
"Se você está aqui, significa que Gai também está, certo?"

É Rock Lee! Kakashi atravessa a multidão de passageiros e pessoas tirando fotos. Dirigindo-se para a última corda presa ao casco que liga o Tobishachimaru ao chão.

Páginas 32 e 33

Enquanto Kakashi cruza pela janela da gôndola, ele vislumbra as pessoas em seu interior, ninguém repara nele. Kakashi anda paralelo ao balão e sobe na cauda do navio. Ele pensa como Lee escapara dos olhos atentos dos Jounin distribuídos ao redor do local, e pondera que talvez tenham sido subornados. Com esforço Kakashi chega a popa do navio, pendurando-se com uma das mãos. Lá dentro, uma hélice de cinco metros de comprimento. Ele supõe que eles (Lee e Gai) embarcaram a partir daqui. As hélices começam a girar produzindo um ruído baixo, a velocidade aumenta. A medida que o navio ganha altitude, os ventos intensificam-se, e a temperatura diminui, ficando mais frio do que o esperado. Kakashi reúne chakra nas palmas de suas mãos e pés evitando que seja levado pelos ventos.


Páginas 34 e 35


Kakashi segue para a seção de propulsão. O curso de Tobishachimaru parece ter sido decidido, e por um instante o navio para no ar. Com valentia, Kakashi enfrenta o vento e arrasta-se para o interior, pouco antes das hélices começarem se mover. Por sorte, a velocidade das hélices não é muito alta, caso contrário teria virado picadinho. Kakashi fica aliviado. Mas ele ainda corre riscos de ser sugado, dessa forma, ele novamente reúne chakra para fixar-se no navio. Pouco a pouco, ele faz progressos e escapa da seção interior e verifica seu entorno. Ele percebe que o balão de ar para flutuação bloqueia sua frente, mas ele está ligado a uma escada por onde Kakashi pode descer. Ligada, ao que parece ser, a sala de máquinas. Um estranho barulho é ouvido, Kakashi verifica o conjunto de andaimes dispostos ao seu redor.


Páginas 36 e 37


Kakashi observa o que parece ser à sombra de Lee, ainda utilizando a capa preta. Kakashi pula sobre os trilhos de ferro e andaimes. No fundo do porão do navio, havia muitas caixas de madeira. O homem na cadeira de rodas cambaleia pelo andaime, paralelo aos pés de Kakashi, que deu um pulou e disse: "Qual o significado disso, Gai!". Surpreendido, Gai congela. Kakashi exige uma explicação entre suspiros. Ele pergunta se Gai coagiu Lee, com o papo de cortar os laços entre aluno e professor. Kakashi registra a condição de Gai:


Trecho Seletivo 
Na batalha com Madara, os ossos da perna direita de Gai foram esmagados e quebrados. Desde daquele incidente, ele foi inevitavelmente confinado a uma vida em cadeira de rodas. De acordo com os médicos, não é possível que ele volte a andar.

No entanto, surpreendentemente, treinando de forma diligente, este homem com tamanha adversidade, colocou adiante o verdadeiro poder da juventude, em sua habilitação ele chegou ao ponto de caminhar e ficar em pé.   

Páginas 38 e 39

E assim Gai responde:

Trecho Seletivo 
"Mesmo que não fosse por Lee, eu posso fazer o que quiser", disse Gai. "Como ser humano, mesmo sem uma ou duas pernas, pode-se viver perfeitamente. Pessoalmente, vou ser a prova disso."  

Kakashi olha para o pé direito de Gai, envolto em um tipo de gesso, e pergunta se é por isso que ele se infiltrou no Tobishachimaru. Gai responde:

Trecho Seletivo 
"Ouça, Kakashi... isso não significa que meu tempo como shinobi chegou ao fim. Mesmo agora, com a perna esquerda posso agachar 1.000 a 2.000 vezes. E isso não é nada. Se eu focalizar minha mente, mesmo numa cadeira de rosas, mesmo em um navio deste tipo, não é desafio algum. Hahahaha!"  

Kakashi observa Gai, que continua falando. Ele não estava particularmente interessado no navio, ou na paisagem a 5.000 metros de altitude. Nem quanto aos 223 metros de comprimento e mais de 200 toneladas, ou com o fato do navio voar. Na cabeça de Kakashi, ele está pensando: "Esse cara... não importa o que seja, só queria chegar a bordo do navio."

Páginas 40 e 41

Kakashi relembra Gai sobre seus enjoos. Ele desconsidera a situação argumentando que este não é um navio, mas uma aeronave, uma situação totalmente diferente. Kakashi insiste que ainda é um navio, no entanto, Gai persiste dizendo que ele irá ficar bem, mas logo seu rosto fica pálido e uma sensação de náusea aparece. Kakashi pergunta o que ele irá fazer sobre isso. Em seguida, o assunto muda e um bate-papo é iniciado, começando por Kakashi:

Trecho Seletivo
"Quanto aos Jounin escondidos neste navio, eles foram notificados ao País das Ondas com antecedência. Uma vez que vocês (Lee e Gai) não foram relatados, se forem descobertos, a confiança o País das Ondas em Konoha pode ser alterada. Eles podem pensar que nós estamos tentado roubar informações sobre o Tobishachimaru, isso pode criar um mal-entendido."

"Não é um problema."

"Hah?"

"Bem, por ser um passeio turístico, o voo é um segredo para outros países." Gai abriu um largo sorrido. "Formalmente, o Tobishachimaru não existe. Portanto, eu e você não podemos nos infiltrar em navio que não existe."

"Ahh, Sim."

Páginas 42 e 43

Gai solta uma risada, dizendo que tudo foi premeditado... Logo ele dá uma guinada com a cadeira de rodas. Ele pergunta o que aconteceu com seu pupilo favorito? Kakashi diz que ele retornou para a guarda do Hyouzukijou. Gai acredita que ele canalizará o seu poder da juventude para vigiar os prisioneiros. Ele se sente mal novamente. Kakashi diante do esforço de Gai em se esgueirar pelo navio, e começa a empurrar a cadeira de rodas para ele possa dar uma olhada em volta. De repente, a expressão de Gai muda e ele para de falar, observando a parte inferior do porão do navio. Kakashi repara em um shinobi. Além dos Jounin, não deveria haver ninguém dentro do navio. Eles estudam a situação.


Páginas 44 e 45


Gai e Kakashi apagam sua presença e vigiam as pessoas abaixo. De cima, seus rostos não são claros, e suas roupas parecem ser diferentes dos outros passageiros. Eles não percebem Gai e Kakashi, agachando ao lado de umas caixas de madeira. Kakashi deixa o seu esconderijo e inspeciona os arredores, ele encontra uma kunai com selo explosivo, e demonstra um ar de preocupação. Imediatamente, a partir da sala de estar e jantar, eles ouvem gritos.

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...