sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Akatsuki Hiden - Capítulo Um (Tradução)

A novela "Akatsuki Hiden: Flores Malignas em Plena Florescência" (Akatsuki Hiden: Sakimidareru Aku no Hana), autoria de Shin Towada, foi lançada em 03 de Julho de 2015 no Japão. 


O livro contém 240 páginas. Os capítulos da novela serão traduzidos para o português a medida do possível. A tradução para o inglês foi realizada em conjunto por um grupo de fãs, o primeiro capítulo foi traduzido por Jas. Você pode ler o primeiro capítulo abaixo. Para ver outras partes do livro acesse aqui.

------------------------------------------------------------------------------
Capítulo Um - Hypericum Erectum

Descreva o mundo.

Ações ecoam da terra.

O sentimento informava a existência de outras pessoas, a doçura da felicidade e a amargura do infortúnio alimentavam as pessoas.

A fragrância da vida era incrível, conectando um pedaço do outro mundo.

Visão, som, toque, sabor, cheiro.

Os cinco sentidos de uma pessoa diziam que eles viviam neste mundo.

Em um caso, um poder visual raro, o Sharingan carregado pelo Clã Uchiha, fez com que eles nascessem conectados mais profundamente com os outros mundos.

No entanto, esses laços fortes não eram eternos.

Enquanto eles podiam ver até o invisível, seus olhos, gradualmente, perderam seu poder, mantiveram o outro mundo longe e, eventualmente, se fecharam com força.

Eles perderam a visão.

Amado por títulos, traído por títulos.

Para ser enganado por laços, este clã, alguém se perguntou se esse é o Uchiha?

Um deles também estava vinculado a esses laços.

"........."

Eles entraram na caverna para escapar do orvalho da noite. De lá, um homem se retirou.

Na brisa fria da noite, com uma capa onde nuvens vermelhas flutuavam, seu cabelo preto também balançava.

Ao contrário de sua capa, não havia nuvens no céu e uma lua redonda flutuava acima. Os dois olhos que capturaram o luar eram Sharingan.

O homem olhou para a lua e lentamente tocou sua testa. Sua prova de ser um shinobi, sua bandana. Gravado com o símbolo de Konohagakure... E que, ao mesmo tempo, não era. Um risco cortava horizontalmente a marca de Konoha, a prova de um nukenin (ninja fugitivo).

Uchiha Itachi.

Era o mesmo homem, o gênio do antigo e honorável Clã Uchiha, que agora era um traidor assassino da própria família.

No entanto, havia algo que nem Itachi, que cortou todas as conexões, conseguiu cortar.

O irmãozinho dele. O irmãozinho que estava profundamente magoado, dividido em dois como a símbolo de Konoha na testa.

Ele se lembrava claramente do dia e do mês. Ele interrompeu o golpe de estado dos Uchiha, e naquele dia, ficou coberto de sangue Uchiha.

O vínculo de afeto entre Itachi e Sasuke acabou virando um vínculo de ódio entre Sasuke e Itachi, mas era um elo complexo. Itachi tinha induzido ele. No final, ele (Sasuke) não sabe nada, e nada lhe disseram.

No fundo da mente de Itachi, a imagem de outro homem foi revivida.

Era o homem que Itachi ansiava como irmão mais velho, do mesmo clã Uchiha, Uchiha Shisui.

Naquela época, ele também lutou desesperadamente para impedir o golpe de estado dos Uchiha e caiu nobremente.

...meu querido amigo, só posso pedir isso a você. Esta vila... o Clã Uchiha... por favor, proteja todos eles...

Na esperança de Konoha, na esperança dos Uchiha, Shisui saiu nas sombras, caindo nobremente. Seu modo de vida era o caminho de um shinobi. E Itachi pensou como ele. Carregando o pecado, vestindo-se de desonra da mesma maneira que ele veste as roupas da Akatsuki, mas Itachi não foi feito para elas.

Se visse seu irmão mais velho cometendo crimes continuamente, Sasuke não hesitaria em matar Itachi.

Itachi conhecia melhor do que ninguém a amargura de lidar com os entes queridos.

Quando chegasse a hora de Sasuke matar Itachi, ele queria que ele o matasse sem sentir tristeza, sem sentir nada. Aos seus olhos, Itachi sonhava com isso.

No entanto, parecia que levaria algum tempo até isso acontecer.

Itachi fechou as pálpebras para bloquear o luar.

Esse olho ainda escorre sangue para as pessoas. Sim, e a partir de agora também...

"Não consegue dormir, Itachi-san?"

Itachi ouviu uma voz chamando atrás dele. Virando a cabeça, havia um grande homem corpulento carregando a grande espada Samehada, dos Sete Espadachins Ninja, o Monstro de Kirigakure, Hoshigaki Kisame. Parceiro de Itachi na Akatsuki.

"Você saiu tão silenciosamente que pensei que tinha abandonado a Akatsuki."

Suas palavras eram impossíveis de discriminar entre piada e seriedade. Quando Itachi estreitou os olhos, Kisame deu um sorriso provocador.

"Por favor, não me olhe assim. É uma pena perturbar o tempo de alguém, mas o objetivo das equipes da Akatsuki é monitorar um ao outro. Não sabemos quem ou quando alguém nós trairá. Como Orochimaru."

"......"

Orochimaru também era de Konoha como Itachi, e junto com Jiraiya e Tsunade, fazia parte de um grupo lendário chamado Sannin.

Ele era um homem cruel que usava qualquer meio para satisfazer seus desejos, a Akatsuki foi um dos seus meios. Enquanto ele estava recrutado pela Akatsuki, ele queria possuir um gênio natural, e focou no corpo de Itachi.

No entanto, ele decidiu que não era páreo para Itachi e se retirou da Akatsuki.

Na época, Itachi pensou que Sasori, um usuário de marionetes e parceiro de Orochimaru, ficou profundamente e surpreendentemente triste com a separação.

"Então, eu tenho pensado, tenho orgulho de estar ao seu lado. De qualquer forma, você é o gênio dos Uchiha. No dia que você trair a Akatsuki, terei o dever de ser um grande obstáculo para esse gênio."

Itachi não respondeu e voltou o olhar para a lua.

"Você veio até aqui para me dizer isso?"

"Fufu... Entendo. Claro, eu não vim aqui incomodar você com minha conversa boba."

Kisame olhou para a lua da mesma maneira.

Então, sua mão se estendeu para Samehada nas suas costas.

"Agora, eu me pergunto qual de nós eles vão mirar... eh!"

Ao mesmo tempo em que Kisame falou, a lua que parecia tão clara estava embaçada. Não foram as nuvens que bloquearam o luar. De repente, a névoa os envolveu, e nem Kisame, a uma curta distância, podia ser visto.

"...Acho que eles estão atrás de mim!"

Arte Ninja: Técnica da Ocultação na Névoa (Ninpou: Kirigakure no Jutsu).

Era uma técnica da Liberação da Água (Suiton) frequentemente usada na Vila de Kirigakure.

Enquanto ele tentava puxar a Samehada, muitas kunai voaram simultaneamente em direção à parte superior das costas de Kisame. Kisame, despreocupadamente, sacudiu a Samehada e derrubou todas as kunai.

No entanto, como a atenção de Kisame estava nas kunai, uma nova sombra emergiu da névoa.

"Kisame, esse é o oinin (ninja caçador) de Kirigakure!"

Mais rápido que a reação de Kisame às palavras de Itachi, o oinin fez selos manuais.

"Liberação de Água: Técnica do Projétil de Água (Suiton: Suidan no Jutsu)!"

Quando o poderoso e deformado corpo d'água surgiu na sua frente, a água disparada pela boca atingiu o corpo de Kisame.

Novamente, o oinin apareceu e começou a realizar selos manuais.

"Técnica da Prisão de Água (Suirō no Jutsu)!"

A Técnica do Projétil de Água que atingiu o corpo de Kisame era forte, e a água ao redor do corpo de Kisame se tornou uma esfera.

O primeiro oinin produziu água usando a Técnica do Projétil de Água, enquanto que o outro oinin, usou essa técnica para criar uma prisão de água que era impossível de escapar.

"Ok, pegue Kisame e vamos embora!"

Seu objetivo era levar apenas Kisame. Eles tentaram sequestrar Kisame.

“Vocês são novatos? Não conhecem nada deste mundo, não é?"

Dentro da prisão de água, Kisame riu sem medo.

"Kisame, não exagere."

"Isso depende dos nossos adversários, não é?"

Em resposta ao pedido de Itachi, Kisame fez selos de mão.

"O-o que...!?"

Kisame engoliu grande parte da água da prisão de água.

...Liberação de Água: Onda de Choque Explosiva de Água (Suiton: Bakusui Shōha)!!

Quando Kisame realizou o jutsu, uma quantidade incomensurável de água, comparada à da prisão de água, rompeu da boca de Kisame.

"Merda, seus idiotas! A Técnica da Prisão de Água nunca foi rompida...!?"

O oinin que ativou a prisão de água colocou, freneticamente, as duas mãos na prisão de água, tentando segurar Kisame.

No entanto, a prisão de água cresceu sem parar, inundando de água e criando uma grande pressão no interior, e quando rompeu foi como um balão de água estourando.

"...Parece que você terminou antes de ficar chamativo?"

Libertado, Kisame estalou o pescoço e caiu em posição com a Samehada. "Bem, devemos atacar também?"

Em um golpe, Kisame rasgou o oinin que mantinha a prisão de água.

"Uraaaaa!!"

"Gya-!"

A grande espada Samehada golpeou seus oponentes na boca do estômago, quebrando ossos e desfrutando da energia 'raspada' deles. Quando ela penetrou na carne da barriga do oinin e o sangue saiu voando, a Samehada pegou o chakra do oponente e o converteu em poder para Kisame.

"Droga-"

Enquanto observava seus companheiros dançando e voando como folhas mortas e quebradiças, outro oinin fez selos com as mãos.

"Seus companheiros morrem diante de você, e ainda faz selos de mão. É o esperado de um oinin, não é? No entanto, graças a todos vocês, tenho a vantagem geográfica aqui."

A água se espalhou por Kisame como um lago.

"Aqui vou eu... Liberação de Água: Técnica do Projétil do Tubarão de Água! (Suiton: Suikōdan no Jutsu)"

A água tomou a forma de tubarões, brandindo suas presas. Era um dos jutsus especiais de Kisame.

"Droga! Liberação de Água: Formação da Parede de Água (Suiton: Suijinheki)..."

Mais rápido que a parede de água que o oinin pensou em fazer para se defender, o Projétil do Tubarão de Água nadava.

"Gyaaaaaa!"

O oinin foi devorado e engolido pelos tubarões, um golpe vigoroso.

"A mesma cidade, o mesmo solo: você será encontrado de mãos dadas."

A névoa espessa que cobria o ambiente se esvaiu e o luar brilhou novamente. Kisame devolveu Samehada às suas costas.

"......!?"

Mas então, Itachi sentiu outro chakra.

"Kisame, formação!"

Tão logo eles se puseram em formação, de dentro do mato os dois viram outro homem surgir.

"'Eu tenho a vantagem geográfica aqui', está falando sério?! Eu, Kiiro-sama*, vou reutilizar essas palavras!"

O homem que se identificou como 'Kiiro-sama' não usava a máscara oinin como os ninjas de antes e nem sequer tinha uma bandana na cabeça como prova de ser um shinobi.

Mas não bastava você falar, ele fez selos complexos de mãos instantaneamente. Uma grande técnica estava chegando.

"Liberação de Água: Técnica do Projétil do Dragão de Água (Suiton: Suiryūdan no Jutsu)!!"

Em resposta ao comando de Kiiro, por baixo dos pés molhados de Kisame, um dragão d'água apareceu. Seu nível de habilidade com chakra devia ser alto. O dragão de água rolou como um atum enquanto caçava o corpo de Kisame.

"Shi-!"

Ele não teve tempo de fazer selos de mão, e não conseguiu alcançar sua Samehada, que estava nas costas. O dragão d'água bateu no corpo de Kisame.

"Problema resolvido!"

No entanto, antes que Kisame pudesse sofrer uma ferimento fatal, Kiiro cancelou o jutsu. O dragão de água, que era uma massa enorme de água, dançou em direção ao céu e se desfez com um estrondo, e uma chuva caiu sobre a terra.

"Kodaka**! Vamos!"

O último cara, o homem chamado Kodaka, parecia já ter feito selos de mão debaixo de um grosso manto.

Ao seu redor, inúmeras luzes minúsculas dançavam. Kiiro também fez novos selos de mão.

"Levante-se e recue! Liberação de Água: Chuva Amarga de Raiva (Suiton: Doku Ame)!"

Quando Kiiro realizou o jutsu, a água da chuva mudou de cor para o preto e se agarrou ao corpo de Kisame. A chuva negra bloqueou seu campo de visão, cobrindo seus olhos.

"Entendi...! Liberação de Relâmpago: Choque Elétrico de Agulhas (Raiton: Kanden Haribari)!"

Enquanto Kodaka realizava o jutsu, as luzes assumiram a forma de agulhas, e, em um instante, voaram até Kisame e o perfuraram.

As agulhas eram pequenas, e elas causavam dor apenas onde a ponta da agulha tocava.

"......!"

No entanto, elas pressionaram a pele de Kisame.

"Isso é..."

Algumas das áreas perfuradas começaram a inchar e ficar vermelhas enquanto ele observava. A dormência se espalhou por elas e, sem querer, Kisame caiu de joelhos.

"Hahaa! Este é o fim do Monstro da Névo-!"

Ele não podia perder essa chance. Kiiro sacou a espada e apontou para a garganta de Kisame.

"...Você foi descuidado, Kisame."

Itachi parou a espada de Kiiro com uma kunai.

"O que..."

"Você usa técnicas que não conhece bem."

Impelido para o céu, Itachi acertou um chute no estômago de Kiiro com toda sua força.

"Guhuh-!"

"Kiiro!"

Kodaka pegou o corpo de Kiiro, arremessado pelo chute, e saltou para trás saindo do alcance.

"Sinto muito, Itachi-san. Parece que fui envenenado. Criar um veneno com a Liberação da Água e depois injetá-lo no corpo com Liberação de Relâmpagp, hein...?"

Com o veneno e a dormência, seu movimento parecia limitado, mas Kisame estendeu a mão para Samehada.

"Eu não gosto de ajuda, então, deixe-me raspar isso."

Sem hesitar, Kisame direciona a Samehada para si mesmo e perfura profundamente a área atingida.

"Esse cara, sua carne..."

"Por que você está tremendo Kodakaaa!" Gritou Kiiro para Kodaka, a voz tremendo enquanto observava Kisame cortar sua  própria carne.

"Seu desgraçado, mesmo assim, vamos caçar você!"

"Mas Kiiro! Já atingimos o Primeiro. E tem aquele Sharingan... lutar contra Uchiha Itachi é muito arriscado. Vamos sair daqui!"

"Cale-se! Vamos matar Itachi também e criar um fama para nós! Vamos no Segundo Último agora, vamos Kodaka!"

Ignorando a hesitação de Kodaka, Kiiro começou a fazer selos de mão.

Itachi silenciosamente fechou os olhos e colocou muito poder neles.

"Tanto a riqueza quanto a fama desaparecerão na presença desses olhos, agora... desaparecem."

Genjutsu: Mangekyō Sharingan, 'Tsukiyomi'.

"....!? O que... ele está aqui..."

De repente o mundo ficou escuro. As únicas duas pessoas eram Itachi e Kiiro. Eles foram arrastados para o mundo de Tsukiyomi.

"Que tipo de- o que você fez!?"

Kiiro estava na beira de um lago, com as mãos e os pés amarrados.

"Nas próximas 48 horas, você continuará se afogando"

Com as palavras de Itachi, Kiiro gritou "O que você está falando?!" Então, com um baque algo empurrou as costas de Kiiro.

"Qu...!"

Respingo.

O som da água emergiu quando o corpo de Kiiro atingiu o lago.

"AAAAAAH...!"

"Kiiro!?"

Ficou subitamente silencioso, quando Kiiro caiu no solo lamacento, completamente sem voz. Sua respiração estava perturbada, e Kodaka sacudiu seu corpo em pânico quando gotas de suor brotaram de todo o corpo.

"AAH-AAAH!"

Kiiro, instantaneamente, experimentou 48 horas de tortura e procurou ajuda, buscando salvação.

"Olha só, parece que a vida dele está no fim, não é?"

Kisame riu enquanto observava Kiiro sucumbir ao Tsukiyomi. Itachi pegou uma kunai para dar fim aos dois de uma maneira mais nobre.

"Kiiro!"

Kodaka chamou o nome de Kiiro com força, pegando a mão que se estendia para cima em direção ao céu, como se procurasse o ar. Ele apertou a mão de Kiiro com força e gritou seu nome novamente.

"Vamos lá, Kiiro-!"

Sua seriedade interrompeu a passada de Itachi.

"Nii... sa..."

Kiiro deu uma resposta rouca ao grito de Kodaka.

"Me ajuda... Kodaka ni-san..."

Tremendo como uma criança assustada, sua voz sufocada cessou quando Itachi apareceu.

"...shi-"

Kiiro deu um grito do fundo da alma quando Kodaka desapareceu com seu corpo, pendurado no ombro.

"Bem, parece que a dor e a dormência finalmente acabaram?"

Kisame colocou a Samehada no chão e levantou-se lentamente.

"Parece que eles eram irmãos, não é? Mais ainda é um jutsu estranho."

"...não era um jutsu de Kiri?"

"Foi a primeira vez que vi uma técnica que combinava Liberação de Água e Liberação de Relâmpago. Os dois pareciam não serem oinin e nem usavam bandanas, será que Kirigakure contratou outros shinobi...?"

Bem, Kisame havia deixado Kiri a algum tempo, então, ele, enquanto encolhia os ombros, achou que poderia fazer sentido.

"Usar veneno com a Liberação da Água, cobrindo meu corpo com ele, e depois perfurá-lo com a Liberação de Relâmpago... É um raro jutsu de cooperação, você não acha? Vai demorar um pouco para o veneno desaparecer completamente."

Kisame olhou para a água negra sob os pés que ainda podia conter veneno. No entanto, Itachi não concordou com a ideia de Kisame.

"Havia inúmeras luzes estranhas, mas não existem muitos pontos inchados em você."

"O ataque em si usou várias agulhas, por isso não parecia um ataque muito poderoso. Muitas delas não feriram meu corpo."

"......"

O olhar de Itachi foi direcionado para a superfície da água negra.

"Itachi-san?"

Itachi moveu o olhar, ignorando Kisame, quando ele inclinou a cabeça. Então, ele encontrou seu alvo na grama e jogou com uma kunai com uma rápida agilidade.

"...Um rato?"

A kunai acertou um rato-do-campo se movendo na grama.

"Certamente caiu na armadilha de um inimigo?"

"Não, é diferente."

Embora estivesse ferido nas costas, o rato ainda estava vivo e Itachi jogou água negra nele.

O rato debateu-se na água, agitado, e quando escapou ficou apenas molhado.

Enquanto observava, Kisame também percebeu o que Itachi tinha visto.

Mesmo agora, o rato deveria estar convalescido pela água negra, mas nenhum sintoma apareceu.

O veneno que atingiu Kisame teve um efeito imediato.

Nesse caso, os mesmos sintomas deveriam aparecer no rato.

"Nesse jutsu combinado, talvez, a Liberação de Água não seja venenosa, mas na verdade, é algo diferente. Deve haver uma armadilha naquela Liberação de Relâmpago..."

Itachi lembrou das palavras deles.

Kodaka usou a Liberação de Relâmpago, e disse 'Primeiro' quando bateu.

E Kiiro gritou que o 'Segundo' era o 'Último'.

Eles imaginaram que o segredo estava escondido ali.

"Por enquanto, devemos descansar, Kisame. Usei o Tsukiyomi naquele chamado Kiiro, mas o custo foi grande. E se eles se recuperarem, eles pode ir atrás de você novamente."

"Da próxima vez eu vou matá-los."

"A confiança exagerada traz a negligência. Aconteceu com você há um momento atrás."

Quando ele reafirmou que Kisame foi envenenado e ficou de joelhos, Kisame gargalhou e sorriu.

"Você não é uma pessoa faladora, mas com certeza tem alguns argumentos poderosos."

"Eu não tenho intenção de discutir."

Ao dar sua breve resposta, o campo de visão de Itachi mudou-se da água negra para a Liberação de Água nos arredores.

"......"

Lá, algo chamou a atenção de Itachi.

Isto é...

"E agora, devemos persegui-los, esses irmãos?"

Itachi ficou em silêncio quando Kisame falou isso.

"Eles não estão muito longe. Nós vamos encontrá-los."

Itachi também concordou.

Do momento que Kiiro recebeu o genjutsu, eles devem estar escondidos em  algum lugar, não muito longe, para inspecionar sua condição.

Ajude, Kodaka ni-san...

Se eles disseram que eram irmãos, ouvir a voz de seu irmãozinho pedindo ajuda, com certeza, nenhum o irmão mais velho conseguiria permanecer calmo.

Com o Sharingan de Itachi, levaria muito menos tempo para matar os dois.

"......"

No entanto, Itachi pisou em algo, submerso na lama, quando caminhavam em direção a uma caverna.

"Nessa condição, você não pode lutar adequadamente, certo?"

"Não é grande coisa."

"Eu me lembro que você tinha me dito para tomar cuidado com o canibalismo."

"......!"

Essa foi a primeira vez que ele conheceu Kisame.

Kisame havia falado que os tubarões que nascem de ovos canibalizam seus companheiros, e aconselhou Itachi, como membro da Akatsuki, a tomar cuidado com ele.

Se ele fosse descuidado, ele o mataria.

Então, ele se atreveu a citar isso novamente.

Se ele o desafiasse para uma luta em condições não ideais, ele enfraquecido, poderia virar uma presa para o Sharingan.

"...Hehe. De qualquer forma, esse argumento também é poderoso."

A água de Kisame foi silenciosamente sugada para o solo, junto com a água negra.

A lua foi, gradualmente, para o oeste.

Entre as grandes árvores, o som das asas dos insetos e a voz tremula do irmão mais novo podiam ser ouvidos.

Apertando a mão suada do irmãozinho, ele continuou transmitindo seu chakra, procurando o espírito do irmãozinho, tentando reconectá-lo.

"Kiiro..."

Ele se perguntou se a noite chegaria ao fim sem que o irmãozinho recuperasse a consciência.

O pior aconteceu, o chakra de Kiiro foi perturbado.

"...Aguente firme, meu irmão."

Enquanto se repreendia e esperava a recuperação de Kiiro, da boca de Kiiro saiu o grito de- "Kodaka...?"

"Kiiro! Sua consciência voltou!"

Kiiro fez uma careta espalhafatosa e lentamente abriu as pálpebras.

"O que- Eu- Espere um pouco... Me sinto péssimo!"

Ao acordar, Kiiro afastou a mão do irmão mais velho.

"Merda..."

Kiiro levantou-se segurando sua testa e perguntou, "O que aconteceu com Kisame, você o derrubou?"

"Ah, não... Por enquanto, tivemos que recuar..."

Com a resposta de Kodaka, os olhos de Kiiro se arregalaram.

"Seu desgraçado, o que diabos você estava fazendo?"

"Grr!"

O punho de Kiiro atingiu Kodaka. Kodaka perdeu o equilíbrio e caiu no pé de uma árvore.

Quando Kiiro pulou para atacá-lo novamente, o som das asas dos insetos ficaram mais alto.

"Droga."

Kiiro abaixou o punho e olhou para Kodaka, em tom de desaprovação.

"Ki-Kii..."

Os rostos dos irmãos estavam repletos de raiva e ódio.

"Por que você foi o primogênito... Na condição do filho mais velho, você conseguiu o jutsu secreto...! Se eu tivesse nascido primeiro, ele teria ficado para mim! Então, eu seria capaz de matar muito mais!"

"Kodaka... Esse jutsu era, originalmente, para matar pessoas..."

"Não adianta! Esse jutsu não serve para um desgraçado como você!"

Logo após esse grito, o corpo de Kiiro bambeou e balançou. Mesmo que sua consciência tenha retornado, a exaustão mental do Tsukiyomi é uma coisa cruel e intensa. A técnica terminou em um breve momento, mas poderia privar toda a sua personalidade, bem como, todas as memórias de uma pessoa.

"Ki-Kiiro, agora seu corpo não est-"

"Não me toque!"

Kodaka tentou, inesperadamente, sustentar o corpo de seu irmãozinho, mas Kiiro afastou as mãos.

"Ei, vamos parar de fazer esse tipo de coisa. Contatei os batedores de Kirigakure para ganhar mais dinheiro, mas já pegamos o suficiente... Depois, voltaremos para vila em silêncio-"

"Cale-se!"

Os gritos de Kiiro interromperam as palavras de Kodaka.

"Você abandonaria nossas tradições, abandonaria nossa jornada, apenas para viver como pessoas que ficam presas em um só lugar! Vamos esquecer tudo! Eles tentaram nos largar aos lobos! Por que você está tão calmo?! Eu detesto você! Te odeio!"

Os olhos de Kiiro brilhavam furiosamente.

"Vamos voltar e fazer a nossa fama... Para esse fim, esses caras são perfeitos!"

Um dos Sete Espadachins Ninja, o Monstro de Kirigakure, Hoshigaki Kisame.

Uchiha Itachi, o prodigioso gênio do Clã Uchiha que possuía o Sharingan.

Membros da Akatsuki, com ordens internacionais de captura. Quem derrubasse esses dois, rapidamente, se tornaria um herói.

"Vamos bater no Kisame com o primeiro! E Uchiha Itachi... O segredo é não olhar naqueles olhos! Da próxima vez vamos fazer assim, certo?"

"...Kiiro..."

"Assim que me recuperar, vamos atrás dos dois! Entendeu, covarde?!"

Kiiro cuspiu e lentamente recostou-se em uma árvore novamente.

Kodaka ouviu o som de asas de insetos e olhou para o céu. O luar enfraqueceu e o céu no leste começou a clarear.

Colocando as mãos nas bochechas que haviam sido golpeadas por seu irmãozinho, Kodaka mordeu o lábio.

"Sinto muito... Oomitsu***, Komitsu****..."

---------------------------------------------

Na manhã seguinte. Ele saiu da caverna com Kisame no nascer do sol.

"Bem, bem, é um veneno persistente."

Kisame fala dessa maneira porque, se ele fosse um shinobi normal, levaria um tempo considerável para se recuperar.

Usando o poder de outras pessoas e convertendo-o em chakra para seu mestre, a condição de Kisame permaneceu inalterada.

"Então, você não acha que devemos procurar por esses irmãos? Será incômodo se eles voltarem a Kirigakure com esta notícia."

Quando os dois fugiram, eles correram pela floresta utilizando os galhos das árvores como pontos de apoio.

"Como ele recebeu a mordida do seu Tsukiyomi, acho impossível esse irmão mais novo voltar a luta."

No entanto, Itachi balançou a cabeça.

"Não... Em alguns casos, pode-se recuperar mesmo sem um espírito forte ou um excelente ninjutsu médico."

"Oh, como assim?"

"Isso se chama 'amor'."

Como resultado, Kisame deu uma risada tola e pequena por um breve momento.

"Amor... é? Eu nunca pensei que ouviria essa palavra de alguém sangue-frio como você. Não achei que fosse tão fácil mudar isso."

"Transmitir sentimentos a outras pessoas pode ter uma grande influência para o entorno delas. Meu Tsukiyomi causa a destruição espiritual via genjutsu. A recuperação não é impossível se você puder reconectar o espírito."

Com um sentimento forte, seu oponente poderia ser salvo, mas não era viável se não tivesse carinho.

Enquanto ouvia isso, Kisame murmurou, "Entendo."

"Esse poderia ser o caso do irmão mais velho?"

"Dizem que não se pode negar a existência de possibilidades. Porém, não há evidências para essa história. E pensar que o Tsukiyomi poderia ser superado por uma técnica tão simples. No entanto, isso significa que não saberei o resultado até vê-lo."

Junto a resposta de Itachi, Kisame riu com um suspiro.

"Você mesmo indica as possibilidades, mas também é você quem nega. Itachi-san, sua maneira de pensar é complexa e misteriosa como sempre."

"A propósito", continuou Kisame.

"Quando nos conhecemos você disse isso, 'nós não sabemos que tipo de pessoas realmente somos até um momento antes da nossa morte...', certo? Isso significa que não sabemos quem nós somos realmente. Então, se não sabemos quem nós somos, como poderíamos esperar entender as outras pessoas... É isso que você queria dizer, Itachi-san?"

"Quem sabe."

"Hehe... Você é realmente frio."

Enquanto dizia isso, Kisame também parecia estar se divertindo.

Voltando atrás, desde o início, parecia que Kisame respeitava Itachi.

Para Kisame, que em Kirigakure teve a missão exclusiva de matar os seus colegas, o papel que Itachi teve, de matar seu clã, permitiu que ele desenvolvesse um senso de camaradagem, que, existia além dos limites deste lugar chamado Akatsuki?

As pessoas dizem que você só pode entender aqueles que tem a mesma dor.

Se Kisame entendeu perfeitamente o que Itachi estava sentindo, Kisame também lamentou por seus colegas de Kirigakure, cujo sangue cobria suas mãos, será que ele também sofreu um profundo ferimento no coração?

Não, Itachi desmentiu.

No final, ele não sabia o que Kisame estava pensando. Kisame estava caminhando para frente, crescendo, à sua maneira. Se Itachi dissesse que entendia ele, isso seria chamado de insolência.

Além disso, em todo o caso, Itachi e Kisame eram diferentes.

Forçando o seu caminho através das sombras, por Konoha, pelo seu clã, se tornado um pilar, Itachi caminhou para a sua própria morte, mas Kisame queria e precisava de alguém para afirmar sua existência como o homem chamado Hoshigaki Kisame, e, enquanto ele carregava o fardo de matar seus colegas nas sombras, ele parecia alguém que continuaria esperando e desejando ser tocado pela luz.

No entanto, mesmo ele deve entender com amargura que tal coisa era impossível neste mundo. Nesse caso, para onde ele está indo? Será que ele está perseguindo outro mundo, tentando entrar em outro domínio? A Akatsuki é um lugar assim?

No final, não passava de uma fantasia. Ele não saberia até o momento em que cumprimentasse a morte.

Por enquanto, encontrar esses irmãos era a missão de Itachi na Akatsuki.

A Akatsuki não divulgou grandes informações até obterem uma certa confiança e segurança de seus membros.

Para impedir que a Akatsuki enfrente Konoha, Itachi tinha que ser o único, e para isso, ele tinha que enquadrar-se facilmente na Akatsuki.

'Irmãos', o mundo tem um toque triste para Itachi.

"...Espere."

Explorando seus arredores com o Sharingan, Itachi avançou, mas algo chamou atenção.

"Você encontrou aqueles irmãos?"

"Não, é diferente."

Itachi rastreou, disfarçando sua presença, evitando estimulá-la. Kisame o copiou, e como ele o seguiu cuidadosamente, ele também percebeu.

"Abelhas, não é?"

Sim, uma única abelha voava próxima de Itachi. Uma abelha venenosa. Mas não apenas isso.

"Tem algo branco nos pés dela, não tem?"

Nos pés da abelha havia um pedaço fino de papel.

"Para lidar com uma colmeia das abelhas venenosas, você as atrai com o cheiro de carne morta, e mata as abelhas venenosas depois que elas se agarrarem à carne".

Era um método antiquado.

"Com isso, você pode rastrear elas quando forem forçadas a voltar a colmeia? Mas com que finalidade?"

"Com a finalidade de exterminar as demais abelhas venenosas que picam as pessoas, bem como, comer as abelhas venenosas e suas larvas."

"Pense dessa maneira, as larvas de uma abelha são ricas em proteínas, certo?"

Garantir comida durante uma missão era uma tarefa importante para os shinobi. Eles preparavam provisões de emergência, mas houveram casos que a localidade não provia mantimentos suficientes. Nesses casos, os insetos também eram usados ​​como alimento. Caso os shinobi possuíssem o conhecimento de comer insetos, claro.

"Embora seja melhor comer caranguejo ou camarão, você não acha?"

"O gosto é secundário."

"Você não gosta de onigiri com kombu?"

"Eu gosto de um monte de coisas."

As abelhas venenosas avançaram.

A atividade das abelhas ocorre num raio de aproximadamente uma légua (4,82 km) ao redor da colmeia. Mas eles já estavam se afastando três léguas.

Essa inconsistência fez Itachi se lembrar de uma coisa. A coisa que estava afundanda na lama quando Kisame foi atacado na noite passada.

Eram as mesmas abelhas venenosas.

Itachi pegou uma kunai e avançou sem que as abelhas percebessem. Então, focando ambos os olhos, ele cortou o pedaço de papel da abelha mais próxima.

Embora a abelha tenha mudado de direção, surpresa com a diminuição do seu peso, ela continuou voando em frente.

Itachi separou o papel e abriu-o com cuidado.

"Parece que não foi marcado, mas isso é..."

À primeira vista, parecia um papel normal, mas eles sentiram uma pequena quantidade de chakra.

"Itachi-san, pode me emprestar isso por um momento?"

Quando foi entregue a Kisame, ele segurou-o firmemente em seu polegar e transmitiu chakra para ele.

"!"

Então, letras apareceram no papel.

"...Há muito tempo, eu participei de uma 'escolta' para a Divisão de Criptografia... Vi uma kunoichi manipulando papéis especiais como este."

As letras flutuantes formaram palavras e quando elas giraram formaram frases.

Estava escrito: Meus pensamentos para minha família.

Há quanto tempo deixamos a vila por sua causa?


Talvez essa seja a nossa última palavra.


Mantenha seu corpo saudável e sadio.


Mesmo estando longe, estamos vigiando você.


"...Parece que é dirigido a família deles."

Quando Kisame terminou de ler, Itachi olhou na direção em que a abelha desapareceu.

"Em Konoha, há uma família de usuários de insetos chamado Clã Aburame".

"O Clã Aburame... Já ouvi falar deles. Eles emprestam seus corpos a insetos desde o nascimento e são capazes de controlá-los livremente, continuamente alimentando eles com seu chakra?"

"Hmm", Assentiu Itachi.

"Elas são diferentes dos insetos que o Clã Aburame usa, mas essa abelha venenosa também obedece as ordens de seu mestre e parecia estar voando para entregar a carta para sua família. E depois, havia as abelhas que vi morrendo na água barrenta ontem à noite."

"Abelhas?"

As abelhas estavam ativas principalmente durante o dia. À noite, elas voltavam para a colmeia para descansar. Itachi achou isso suspeito.

"Talvez os irmãos estejam manipulando abelhas venenosas como os Aburame."

Em resposta ao palpite de Itachi, Kisame acariciou o queixo com a mão.

"Me recordo que os sintomas do veneno se assemelhavam a uma picada de abelha. Então, o 'Primeiro'..."

"Quando os seres humanos são atacados por uma abelha, sua alergia ao veneno causa febre. As pessoas que recebem anticorpos em excesso podem desenvolver sintomas sérios quando picadas novamente pelas abelhas."

O 'Primeiro' poderia ter sido um ataque que enviou os anticorpos para o corpo de seus oponentes.

Então, Kiiro gritou o 'Segundo', e o 'Último'...

"Se você novamente for picado pelas abelhas venenosas dos irmãos, é possível que você morra."

Nas palavras de Itachi, Kisame ofegou, e bufou uma risada.

"Tudo bem se eu parar os ataques deles? Afinal, viver próximo à morte é a nossa vida cotidiana, não é?"

Itachi pensou que ele diria isso. Essa era a maneira shinobi. Itachi deu uma pequena risada e desviou os olhos de onde a abelha havia estado, e dessa vez, focou na direção para onde ela havia voado. Esses irmãos deveriam estar lá.

Itachi pegou a carta que os irmãos enviaram à sua família.

"Vamos."

"Awww."

Ele não deveria ter escrito a carta, ele deveria ter pegado seu irmãozinho e escapado rapidamente.

---------------------------------------------

As estrelas ainda brilhavam quando encontraram as abelhas venenosas.

Itachi encontrou uma grande árvore na floresta e a localização dos irmãos foi confirmada pelas abelhas venenosas que voavam ao redor dela. Quando viu eles, Kisame sorriu.

"...Kiiro! São eles!"

As abelhas venenosas que estavam voando eram vigias e Kodaka, sentado nas raízes da árvore, foi alertado.

"Parece que o irmão mais velho que usa a Liberação de Relâmpago é o usuário das abelhas, não acha?"

Kiiro saltou da árvore e tentou fazer, em pânico, selos de mão.

"Opa, desculpe, mas acho que não."

Kisame procurou ocupar as mãos de Kiiro com a Samehada.

"Bzzzz"

Embora mal tenha atingido, sangue foi raspado das mãos e seu chakra foi roubado.

"Isso é por aquela surra que você me deu ontem."

"Kiiro!"

"Fique atento! Prepare-se agora!... Liberação de Água: Técnica do Projétil de Água (Suiton: Suidan no Jutsu)!"

Kiiro, que tinha pulado para trás, refez os selos e cuspiu água em direção aos céus.

Choveu como ontem, mas a quantidade de água foi muito menor que ontem.

"Filho da puta, quase não há água, mas vai ter que dar... Kodakaa, vamos lá! Segundo e o Último!"

"C-certo..."

Os dois fizeram os mesmos selos da última noite, o mesmo jutsu colaborativo.

"Vamos lá, Kisame."

"Não serei engolido pelo mesmo jutsu duas vezes. Primeiro... Vamos ter uma rodada de Liberação de Água?"

Kisame fez selos de mão para combater Kiiro.

Em contrapartida, Itachi viu que Kodaka iria disparar sua Liberação de Relâmpago. Uma grande quantidade de luzes cercava Kodaka.

Itachi olhou para a luz e concentrou muito poder em seus olhos.

...Isso é...

Então, nas luzes algumas sombras podiam ser vistas. Ao olhar com mais atenção, ele viu as abelhas venenosas.

Além disso, ele podia sentir mais delas se contorcendo dentro do casaco de Kodaka. Não apenas no casaco, mas no corpo.

"Vamos lá, Liberação de Água: Chuva Amarga de Raiva (Suiton: Doku Ame)-"

Enquanto observava Kodaka, Kiiro liberou seu jutsu e tentou cobrir Kisame de preto, com sua água.

"Liberação de Água: Técnica do Projétil do Tubarão de Água (Suiton: Suikōdan no Jutsu)!"

O Projétil do Tubarão de Água de Kisame, no formato de um tubarão, devorou a Chuva Amarga de Raiva.

"Minha Chuva Amarga de Raiva...!"

O tubarão que engoliu a Chuva Amarga de Raiva mudou de uma água sem cor para uma água preta, e virou-se para Kiiro.

"Gyah-!"

Kiiro foi engolido por completo e jogado contra uma árvore enquanto fazia os selos.

"Ki-Kiiro...! Merda, Liberação de Relâmpago: Choque Elétrico de Agulhas (Raiton: Kanden Haribari)!"

Apesar de ter seu irmão em mente, uma brecha momentânea surgiu durante o jutsu de Kisame, e Kodaka usou essa brecha para seu jutsu.

Os pontos de luz disparam em direção a Kisame, tornando-se finas agulhas no caminho.

Dessa vez, foi Itachi quem realizou selos de mão, conduzindo o chakra do abdômen para as suas bochechas.

"Liberação de Água: Captura do Campo de Xarope de Amido (Suiton: Mizuame Nabara)!"

Ele misturou uma grande quantidade de chakra com a água, deixando-a grudenta como xarope de amido, como o nome sugere, e disparando contra a Liberação de Relâmpago de Kodaka.

O golpe de Relâmpago de Kodaka, que tinha pouca capacidade de matar, foi bloqueado quando entrou em contado com a Captura do Campo de Xarope de Amido de Itachi.

A Liberação de Água de Itachi caiu no chão mantendo sua viscosidade. As abelhas venenosas capturadas não conseguiam se mover.

"Minhas... Minhas abelhas..."

Quando o jutsu falhou, o rosto de Kodaka ficou pálido.

"A Chuva Amarga de Raiva do seu irmãozinho é uma armadilha para tirar a visão. Sua Liberação de Relâmpago, por assim dizer, é um ataque com abelhas venenosas, que por conta do seu chakra, se movem na mesma velocidade que sua Liberação de Relâmpago. Isso faz com que o seu oponente tenha uma reação alérgica aos anticorpos venenosos da abelha. Em primeiro lugar, este é o Primeiro."

Itachi explicou o mistério das abelhas capturadas por sua Liberação de Água.

"Porém, seu oponente acha que a causa do envenenamento é a Chuva Amarga de Raiva. Se você presumir que não é a Chuva Amarga de Raiva, a próxima coisa a duvidar é o jutsu de Liberação de Relâmpago. Afinal, eles não estão cientes da existência das abelhas venenosas e são perfurados pelo Segundo, causando sintomas de choque anafilático e a morte... Estou errado?"

As abelhas venenosas se contraíram, gradualmente perdendo suas forças. Com seu jutsu exposto, Kodaka enrijeceu sua expressão.

"Falando nisso, Itachi-san, pensei que você usasse Liberação de Fogo, mas essa Liberação de Água?"

"Havia uma pessoa em Konoha que usava essa técnica, ela é disparada contra o solo para restringir o movimento do inimigo, mas é perfeita para capturar insetos."

Usando a perspicácia para analisar informações com calma. Esse era outro ponto forte de Itachi.

Os olhos de Itachi viram através do jutsu de Kodaka dede a primeira vez.

Não era um jutsu usado em combate.

"Estou com medo que isso não sirva para nada...!"

Kiiro, surpreendido pelo ataque de Kisame, apareceu. Embora seus órgãos internos tenham sofrido ferimentos e ele estivesse sangrando pela boca, ele não desistiu da luta.

"Se derrotarmos esses caras, nossos nomes reverberarão no tempo como shinobi! Kodaka, vamos levar a sério, acerte eles com o Segundo!"

"Kiiro! É impossível. Não somos inimigos para esses dois. E mais, essa técnica..."

Itachi tomou a fala de Kodaka.

"Quando estiver em perigo, é um jutsu para fuga, você não concorda?"

Nas palavras de Itachi, Kodaka fechou os olhos com força.

"Sim, nós podemos, seu desgraçado! Não há margem para uma fuga! Mate-os com toda a sua força!"

Instigado pela voz do irmão mais novo, Kodaka havia tomado sua decisão, desistiria de novo? Ele jogou o seu pesado casaco.

Pelo corpo de Kodaka, um violento enxame venenoso apareceu, zumbindo. As abelhas venenosas perceberam a estranheza da situação e deixaram Kodaka, voando ferozmente.

"Suas palavras estão corretas. Nós éramos um clã que originalmente ganhava a vida como apicultores. Nosso clã viajava, buscando flores para o mel, viajando através das estações, mas os perigos da viagem estavam sempre lá. Para proteger o clã, nosso Departamento de Abelhas criou um jutsu secreto. Parece que outros clãs usam abelhas também, mas o  Departamento de Abelhas criou um jutsu secreto e único, focado na defesa pessoal."

Eles protegeram suas vidas com a ajuda das abelhas venenosas.

"Hm... Há uma história de que descendemos do Clã Aburame, que usa insetos, mas o segredo do Departamento de Abelhas repousa na irmandade. As abelhas venenosas são transmitidas apenas para o filho mais velho, e o segundo filho, utiliza ninjutsu para proteger o primogênito."

Kiiro olha para as abelhas venenosas durante sua fala ousada.

"Mas se for esse o caso, por que você não está junto com seu clã? Se é herdado secretamente, não haverá um novo usuário."

Kiiro mostrou um olhar confuso para Kisame, e balançou o punho.

"O clã colhia o mel mesmos sabendo dos riscos, e era um mel de alta qualidade o suficiente para ser usado na medicina também! Mas nosso clã tinha medo, parou de viajar, fundou um vilarejo e tentou se estabelecer..."

"E o clã também parou com a apicultura."

Quando ouviu isso, Itachi imediatamente simpatizou. Aqueles que tinham procurado o que temiam.

"O clã esqueceu dos perigos e ficou com medo do poder do Departamento de Abelhas! No entanto, geração após geração, o Departamento de Abelhas continuava protegendo o clã!"

Grandes poderes eram temidos. Mesmo com Itachi, mesmo com Kisame, não era uma história nova.

"Depois que nossos pais morreram, eu me aproximei das abelhas venenosas, e Kiiro aprendeu ninjutsu. Não conseguimos um emprego, mesmo na nossa vila. E nós temos irmãos mais novos. Temos que alimentar nossos irmãos..."

A carta encontrada anteriormente foi, provavelmente, endereçada por Kodaka aos seus irmãos.

"Um tempo atrás, shinobi de Kirigakure, que ouviram falar do nosso jutsu secreto, vieram até nós. Saímos da vila e começamos a fazer algumas tarefas para eles."

"O mundo shinobi não tem justiça...! Se você tem poder, é reconhecido e pode fazer qualquer coisa com esse poder! Ser diferente do lixa da vila."

Com as palavras de Kiiro, a expressão de Kodaka ficou fechada. Kiiro não percebeu Kodaka.

"A nossa história sem sentido acabou, Kodaka, não se esqueça-!"

As intenções de Kodaka podiam ser vistas? A tristeza percorreu seu rosto e ele esticou as duas mãos.

"...Vamos!"

"Liberação de Água: Captura do Campo de Xarope de Amido (Suiton: Mizuame Nabara)!"

Como antes, ele usa a Captura do Campo de Xarope de Amido, mas o número de abelhas venenosas é diferente. As abelhas conseguiram passar e miraram Itachi e Kisame.

"Kisame, use sua Técnica da Prisão de Água (Suirō no Jutsu)!"

"Eu não quero ficar na defesa, mas acho que não tenho escolha... Técnica da Prisão de Água (Suirō no Jutsu)!"

Originalmente, a Prisão de Água era um jutsu para aprisionar os inimigos na água. Mas Kisame colocou ela em si mesmo.

"Droga..."

As abelhas venenosas esvaeciam em seu trajeto pela água, incapazes de nadar.

Com o corpo de Kisame coberto pela Prisão de Água, ele não recebeu ferroada alguma.

Enquanto olhava para o lado, Itachi saltou para longe.

Seus selos de mão eram os da Liberação de Fogo.

Embora fosse preferível usá-lo em Kodaka, o usuário das abelhas, Itachi  disparou em Kiiro, que gritou com Kodaka, "Faça alguma coisa!"

Essas coisas fraternais, pensou, dolorosamente, Itachi.

"Liberação de Fogo: Técnica da Grande Bola de Fogo (Katon: Gōkakyū no Jutsu)!"

A especialidade do Clã Uchiha, a Técnica da Grande Bola de Fogo. Uma chama abrasadora se dirigiu para Kiiro.

Vendo que ele era o alvo, Kiiro encarou a chama, aceitando a derrota eminente.

"......! Kiiro!"

Kodaka saltou, alcançando Kiiro antes da chama. Sua mão esticada empurrou o corpo de Kiiro para longe.

"GYAAAAAAAAAAAAAAA!!"

As chamas ardiam intensamente. O corpo de Kodaka queimou.

"Ko-Kodaka..."

Kiiro não podia ficar sentado no chão e não fazer nada.

Enquanto as chamas engoliam tudo e queimavam as árvores ao seu redor, Kodaka apareceu.

Sua pele tinha rachado, e seu corpo exalava o terrível cheiro de carne queimada. Ainda assim, ele ficou de pé, sobre as duas pernas.

"As abelhas venenosas o protegeram?"

Não havia nada que não tenha sido queimado, mas parecia que as abelhas venenosas, próximas de Kodaka, haviam tentado protegê-lo.

Kodaka atraiu as abelhas restantes para realizar seu último ataque.

Kisame, protegida pela Prisão de Água, não podia ser alcançado.

E ele ainda não havia atingido Itachi com o Primeiro ainda.

Embora nem a vitória nem a derrota tenham sido declaradas, uma forte vontade surgiu nos olhos de Kodaka.

Essa seria sua última derrota. Dessa forma, Itachi não perderia nenhum dos seus movimentos, ele abriu os olhos.

"...Ataquem...!"

Movendo-se com os gritos, as abelhas venenosas voaram para o céu seguindo a vontade de Kodaka? Itachi ou Kisame? Era outra resposta.

"Huh, o que, ei, ei!"

As abelhas atacaram seu irmão mais novo, Kiiro. Todas as abelhas ferroaram-o de uma só vez.

Embora Kiiro gritassede dor, as abelhas venenosas perseguiram ele sem piedade e o ferroaram muitas vezes.

"O que ele pretende fazer?"

Kisame observou os desenvolvimentos inesperados com os olhos arregalados de espanto. Kodaka sentou-se e deu uma risada enquanto observava o irmão sofrer.

"Ora, se não podemos vencer eles... Pelo menos, posso realizar meu desejo."

O desejo dele? Kodaka assentiu com a pergunta de Itachi, e se aproximou de Kiiro, que havia sido picado por tantas abelhas que ele não conseguia se mover.

"Eu não queria ser um shinobi... Eu não queria matar pessoas... Mesmo que esteja transbordando de preconceito e discriminação, mesmo se você for pobre, se continuar com a apicultura, todo mundo em sua família pode conseguir... Então... Kiiro!"

Quando ele se aproximou de Kiiro, Kodaka pegou uma kunai.

"Kiiro...! Kiiro, você tirou tudo de mim...! Você me odiava Kiiro, mas eu te odiava mais, Kiiro! Não podemos mais correr, mas se você morrer aqui, será por minhas mãos-"

As mãos de Kodaka, que seguravam a kunai, tremiam muito.

"O destino das amaldiçoadas abelhas venenosas, darei fim ao Departamento de Abelhas..."

Kodaka cravou a kunai no corpo de Kiiro, coberto de abelhas.

"Ko-Kodaka...ni-san..."

"Está tudo bem... Eu vou morrer com você também..."

Kiiro usou a kunai com a qual ele esfaqueou seu irmão para esfaquear seu próprio coração.

"Mesmo assim, eu- você e... E nossos outros irmãos também... Amo vocês..."

Seu corpo desabou sobre Kiiro, e as abelhas venenosas rastejaram sobre sua pele.

"As coisas ficam mais fáceis quando o amor se transforma em ódio, não é?"

Kisame murmurou quando desfez a Prisão de Água. As palavras foram dirigidas aos irmãos do Departamento de Abelhas, mas por algum motivo elas também apunhalaram Itachi.

Havia alguma outra maneira?

Era tão fácil para as pessoas dizerem isso. Mas, quando realizadas, as escolhas de uma pessoa tornam-se extremamente pequenas.

"...Se continuarmos aqui, poderemos ser picados, as abelhas estão agitadas. Vamos."

"Aww."

Ele silenciosamente virou as costas para os dois irmãos, logo, eles saíram da sua mente.

Foi seu próprio irmãozinho, Sasuke, que passou por sua cabeça.

Era esse o lugar que Itachi imaginava para o caminho final do seu ódio?

No entanto, ele negou esse pensamento.

Sasuke era uma criança gentil. Surpreendentemente inocente, e que muito cedo foi encarregada de um grande peso.

Isso enfraqueceu o coração e extinguiu a mente.

Tão negra, negra e escura, a confusa escuridão do ódio.

Neste mundo em que a batalha continuou, o sangue Uchiha, tão facilmente exposto ao desespero, teve que usar de força para vencer, para que seu pupilo pudesse sobreviver.

...Sasuke.

Ele estava preparado para morrer e dar tudo de si. Esperando que ele o vencesse.

Se havia uma coisa que ele se arrependia.

Como Kodaka, morrer sem contar seus verdadeiros sentimentos.

...Você também... E meus outros irmãos também... Amo vocês.

Ele não sabia se Kiiro tinha ouvido, mas ele estava confiante que ele havia ouvido ainda neste mundo.

Para Itachi, que tinha tudo em seu coração, ele o invejava.

Em seus momentos finais, sobre o que ele falaria? Por outro lado, ele não saberia até o momento da  sua morte.

Nota* - O nome Kodaka pode significar algo como "o tesouro que são as crianças".
Nota** - O nome Kiiro significa "amarelo".
Nota**  - O nome Oomitsu significa "grande doçura/mel".
Nota**** -  O nome Komitsu significa "pequena doçura/mel".

Nenhum comentário:

Postar um comentário