sábado, 14 de março de 2015

Kakashi Hiden - Capitulo 5: Execução (Tradução)

A novela "Naruto - Kakashi Hiden: Hyōten no Ikazuchi" lançada em 04 de fevereiro, junto com volume 72 da série regular, traz Hatake Kakashi como Sexto Hokage e o personagem principal da história. A novela é escrita por Akira Higashiyama (roteirista do filme Naruto Shippuden: Blood Prison).


Os capítulos da novela serão traduzidos para o português a medida que a versão em inglês seja liberada. Confira nesta parte o capítulo cinco. Para ver outras partes do livro acesse aqui.

O capítulo cinco traz um misto de resumo e trechos seletivos do livro.

-----------------------------------------------------------------------------
Capitulo 5 - Execução

Páginas 64 e 65

Estamos há menos de 20 minutos do início das execuções. Durante os dez últimos minutos, Gai e Kakashi, observam o inimigo dos dutos de ventilação. Ao que parece, o inimigo tem companheiros no chão, que transmitiram para Konohagakure as circunstâncias da situação.

Os inimigos destruíram a porta para a casa do leme, mantendo os pilotos sob controle. O líder pergunta se eles mantêm comunicação com a Hokage, e exige a libertação de Garyo. Ao que parece, as negociações com Tsunade começaram. Ele diz que não vão esperar, em vinte minutos as execuções dos passageiros começarão. Se Garyo não for libertado ao meio-dia, a cada dez minutos um passageiro será morto.

O homem deixa a casa do leme, em seguida, avisa a situação aos passageiros. Os passageiros se amontoam, e uma inquietação surge entre eles. Gai pergunta a Kakashi o que devem fazer. Kakashi explica que se fizerem um movimento errado, o inimigo pode explodir o navio. Em contrapartida, eles não podem diminuir a altitude do navio... O duto de ventilação segue em direção à casa do leme. Kakashi pergunta a Gai se ele pode confiar em sua capacidade de rastejar.

Trecho Seletivo
"O que você esta fazendo? Em primeiro lugar, não deveríamos recolher todos os selos explosivos... Uagh, uagh!" (Vômito).

Haah! Seu idiota, justo agora..."

Por causa das golfadas de Gai, os invasores, que ocupavam a sala de estar e jantar, notaram os intrusos.
"O que... o que foi isso agora?" Imediatamente, foi como se alguém cutucasse uma colmeia, os inimigos estavam em polvorosa. "Urgh... Que fedor azedo!?"

"Urgh, algo está escorrendo do teto!"

"É no teto! Alguém está se escondendo no teto!"

Imediatamente, os inimigos arremessam várias kunai para o teto, rompendo-o. Uma delas roça a ponta do nariz de Kakashi. Gai e Kakashi (ficam com o rosto pálido) esquivam para direita e esquerda. Uma lança é empurrada através do teto, passando rente ao rosto de Gai, atravessando seu cabelo.

Páginas 66 e 67

Kakashi pergunta se Gai está bem. Gai responde perguntando o que está acontecendo. Eles percebem que estas lanças não são comuns. Eram como pingentes, espadas de gelo. Os punhais estavam rasgando o duto de ventilação, persistindo na busca por Kakashi e Gai. Kakashi acena para Gai, mostrando a direção da sala do leme, Gai assenti. Com as costas apoiadas eles rastejam pelo duto de ar, torcendo seus corpos várias vezes, evitando as espadas de gelo.

Trecho Seletivo
Por baixo, como dentes afiados, as espadas de gelo aproximam-se gradualmente.

"Zzz!" Moldando o chakra instantaneamente, Kakashi libera seu jutsu. "Raiton: Shiden!" (Liberação de Relâmpago: Relâmpago Roxo).

Da mão de Kakashi, um claro relâmpago roxo surge. Com um estrondo, juntamente com um som impulsivo, as espadas de gelo que estavam atacando-o são explodidas e quebradas em lascas minúsculas.

Raiton: Shinden; uma vez que Kakashi perdeu a usabilidade do Raikiri, era uma técnica recém-aprendida.

Por um fio de cabelo, as espadas de gelo não rasgaram Kakashi em pedaços, ele escapou por uma abertura no duto de ventilação.

[!?]

Kakashi caiu em um banheiro. Quando ele percebeu, estava envolto com a mulher de vestido azul. A mulher abre a boca para gritar, mas Kakashi rapidamente a impede de fazê-lo. Ele a segura, tapando sua boca. Ela se esforça, tentando escapar de alguma forma, proferindo gemidos abafados. Kakashi diz a ela que ele não é uma pessoa suspeita.

Ele reconhece a mulher de momentos atrás. Ela tem o cabelo longo e encaracolado, e grandes pupilas. Ele diz que se conheceram há um tempo. Kakashi pergunta se ela se lembra de quando ele a pegou quando ela estava caindo. Com o olhar assustado, ela acena afirmativamente com a cabeça. Quando Kakashi retira a mão da boca da mulher, ele se apresenta como um shinobi de Konohagakure.

Páginas 68 e 69

Kakashi explica que ele é parte da guarda de Konoha responsável pela segurança do voo. Ele pergunta como ela chegou neste local. A mulher respira fundo e responde que quando percebeu a incursão dos inimigos ela entrou no banheiro para esconder-se. No banheiro (semelhante aos de avião), seus corpos estão próximos um do outro, ambos se levantam. Um fraco perfume de lavanda faz cócegas no nariz de Kakashi. Ele diz a ela que, de um modo ou outro, eles devem deixar o local.

Ele olha para os buracos no teto, e vê que as espadas de gelo desapareceram. Ele se pergunta se Gai conseguiu se esquivar com sua agilidade. Kakashi pretende fugir pelo buraco no teto, embora hesite, a mulher sente-se aliviada. Kakashi sorri docemente para a mulher, dizendo-lhe que ele é bom shinobi, e que a saída fica ao lado da cozinha, ela pisca os olhos. Surpreso, ele pergunta o que está de errado, ela desvia os olhos com pressa. Então, Kakashi fala: "Vamos Lá!". Em seguida, Kakashi levanta e empurra a moça pelo canal de ventilação, ele segue atrás dela, ambos rastejam pelos dutos. Eles saltam fora, logo que chegam a cozinha, onde inicialmente Gai e Kakashi tinham entrado, a cadeira de rodas de Gai ainda estava lá.

A mulher começa a falar algo, mas Kakashi interrompe, morde seu polegar e pressiona a palma da mão no chão: "Kuchiyose no Jutsu!" Com um "boom", uma fumaça branca emerge, e com ela Pakkun, Buru, Urushi, Guruko, Shiba, Bisuke, Uuhei e Akino… Seus oito ninken apareceram. A mulher fica surpresa e pergunta o que eles são. Buru pergunta onde estão e: "Se não é o Kakashi? A quanto tempo!" Levando o indicador a boca, Kakashi fala que a voz de Buru é muito alta. Akino, com seu óculo escuro, observa o local. Ele também questiona Kakashi sobre sua hesitação em se tornar formalmente o Hokage. A parte disso, Kakashi pede emprestada um pouco de sua força.

Páginas 70 e 71

Pakkun pergunta o que está acontecendo. Kakashi responde que não há tempo para falar sobre os detalhes. Ele diz aos seus ninken que estão a 5.000 metros de altitude. As expressões faciais dos ninken imediatamente ficam tensas. Kakashi prossegue, e informa que em vários lugares a bordo do navio, há selos explosivos. Ele pede para que encontrem os selos explosivos sem serem notados pelo inimigo. Pakkun lidera o grupo de ninken, que se dispersam.

Kakashi pede para a mulher se esconder, enquanto ele tenta voltar para os dutos de ventilação. Ela puxa suas vestes, e Kakashi pergunta o que ela está fazendo, as execuções estão prestes a começar, e ele está tentando impedir que isso aconteça. Ela fala que as exigências são para a libertação de Garyo, quando ouviu e percebeu o que estava acontecendo ela se escondeu no banheiro. Kakashi concorda. Ela pergunta, se não é o caso de fazer o que eles pedem, se houver hesitação, as vítimas só aumentarão.

Kakashi responde que é impensável fazer uma coisa dessas, mesmo que ele queira. A mulher pergunta por quê. Kakashi responde que, se eles obedecerem este tipo de pessoa, mesmo que seja uma vez, a ordem entrará em colapso. Ela ri com desdém, falar sobre tal ordem, sendo que há apenas um ano eles estavam em guerra. Ela pede desculpas e baixa os olhos, e então, continua:

Trecho Seletivo
"No entanto, pessoas que falam em ordem, consideram ser a própria justiça. A guerra ocorre quando duas formas de justiça colidem. A história só conhece a justiça do lado vitorioso da guerra. Em outras palavras, o lado que possui o poder sempre será a justiça."

Kakashi entende o que ela quis dizer. No entanto, a Aliança Armamentista Ryuuha, têm sua própria forma de justiça.

Páginas 72 e 73

No entanto, Kakashi diz que eles não podem soltar Garyo. A mulher o pressiona novamente, "Nem mesmo em troca da vida de todos os passageiros a bordo?" Kakashi dá de ombros e responde que não importa o que aconteça, ele irá tentar proteger a todos. Ele admite que possa haver algumas vítimas... Ele gostaria de resgatar tantos quanto fossem possíveis. Os olhos da mulher ficam úmidos, e seus lábios tremem. Kakashi prossegue:

Trecho Seletivo
"Quando duas formas de justiça colidem, a coisa mais importante é destacar sua forma do inimigo, arriscando sua vida." Disse Kakashi, pouco antes de saltar em direção ao canal de ventilação. 

"Seguindo essas palavras: caras que tiram as vidas de pessoas inocentes, não possuem qualificações para falar de justiça."

Kakashi voltou a rastejar pelos dutos de ventilação. Ele esmaga a tampa da estrutura e salta para baixo, dentro da sala de estar e jantar. Após emergir do teto, um shinobi da Aliança Armamentista Ryuuha corre em sua direção lançando várias kunai. Kakashi curva sua cintura, quando o shinobi segura uma nova kunai, ele agilmente o golpeá. Sem demora, ele chuta o próximo cara. Sem tempo para recuperar o fôlego, ele desfere uma saraivada de golpes contra o terceiro inimigo. Em um piscar de olhos, três inimigos jaziam caídos aos pés de Kakashi.

Os olhos dos inimigos restantes ficam cerrados. O líder interrompe seus movimentos. Ele ordena que seus subordinados voltem aos seus lugares, cuidando dos seus deveres, observar os passageiros. Além disso, eles não são páreo para Kakashi, O Ninja Copiador. Kakashi observa o entorno, incluindo os shinobi derrotados, há nove inimigos no recinto. Os passageiros estão todos reunidos no centro do salão. Seus rostos são uma mistura de medo e apreensão, observando atentamente a situação.

Páginas 74 e 75

Trecho Seletivo
"Kakashi, o Ninja Copiador... em?" O líder estava com um sorriso largo. "Apesar de tudo, você perdeu o sharingan, Você não passa de espantalho (Kakashi) ordinário."

"Bem, mesma que seja um espantalho ordinário, ainda há algo que posso fazer." 

"Como é que é?"

"Por exemplo, ainda posso afugentar vermes como você."

Kakashi diz que Konoha não negocia com bandidos como eles. O líder muda o assunto para a reivindicação. O inimigo sorri, e casualmente escolhe um dos passageiros. A vítima começa a gemer. O corpo do passageiro é envolto em gelo, congelando seu corpo, o rosto coberto de pavor. Os demais passageiros gritam. O líder pergunta a Kakashi se ele está disposto a negociar. Kakashi exige que ele pare, o inimigo recebe a exigência como um elogio. Com um olhar de satisfação, o homem fecha os olhos e levanta os braços como um maestro de uma sinfonia, em seguida, aponta para uma próxima vítima. O passageiro tenta fugir, mas é congelado.      

O salão fica em silêncio, só o choro de uma mulher pode ser ouvido. O líder se vira para Kakashi, e diz que embora sua ação tenha sido precipitada, de qualquer forma, o tempo tinha se esgotado. Ele pretendia matar apenas um dos passageiros, mas por causa de Kakashi, matou dois deles. Kakashi pronuncia maldições ao inimigo. O líder diz que sabe como Kakashi se sente, ele poderia congelar todos os passageiros de uma só vez. Kakashi olha para o inimigo, e diz que se ele fizer isso, perderia todos os seus reféns para a negociação.

Páginas 76 e 77

O líder pergunta novamente se Konoha irá negociar com eles? Querendo ou não eles têm os reféns como parte de suas táticas de negociação, isso independe de Konoha mudar ou não sua postura. Se Konoha não aceitar os termos da negociação, eles darão um fim a todos a bordo. Kakashi range seus dentes.

O líder volta-se para Kakashi, ele ordena que um subordinado leve um passageiro a casa do leme e comunique para Konoha o que acabara de acontecer. O líder diz a Kakashi que se ele se render pacificamente, ele irá permitir que os passageiros sobrevivam por mais dez minutos. Se ele se opuser a sugestão, eles continuarão a matar os passageiros como planejado. Ambos trocam olhares.

Kakashi percebe que o inimigo não está para brincadeira. Se ele mover um dedo sequer, os reféns serão massacrados. Suspirando, Kakashi acalenta seu espírito de luta e relaxa seu corpo. Imediatamente, os inimigos saltam em direção a Kakashi, dobrando seus braços nas costas. Um dos shinobi que Kakashi havia derrotado levanta-se do chão, e golpe-a o rosto de Kakashi.

Trecho Seletivo
Como resultado, uma ferida é aberta no canto do olho. O sangue escorre.

Com isso, os reféns foram poupados. 

O líder inspeciona o estado da corda que prende Kakashi. No instante seguinte, uma dor intensa percorre o dedo indicador da mão direita.

Gokii! (SFX: osso quebrando).

O som de osso partindo é claramente audível.

"Aaai!"

Inadvertidamente, o líder inimigo quebra o dedo indicador da mão esquerda de Kakashi, capturado e imobilizado. 

Bakki! (SFX: osso quebrando).

"Aaai!"

Páginas 78 e 79

Kakashi ouve uma voz de satisfação, dizendo que a situação está sob controle. Ele não será capaz de escapar. O suor frio jorra de seu rosto, ele desaba sobre os joelhos. Kakashi pergunta aos inimigos se eles irão matar alguém, que seja ele. Ele grita com eles várias vezes, os inimigos riem com desdém. O valor de sua vida é cem vezes mais valioso do que a de um passageiro. Kakashi pode ser útil nas negociações com Konoha. Cerca de dez minutos depois, eles matam uma mulher. Ela estava usando um vestido preto e radiantes jóias.

Eles repetiram mais uma vez: libertem Garyo ou outro refém será morto. Os passageiros ouvem uma voz irada a partir da casa do leme. Eles exigem que Konoha entre em contato nos próximos dez minutos, ou então, duas pessoas serão mortas. Ele fala que é por culpa de Konoha que as pessoas continuam morrendo.

Kakashi lamenta sua decisão. Eles estão perdendo a paciência. Se a altitude fosse menor, eles (Konoha) poderiam fazer alguma coisa. Kakashi pergunta-se o que pode ser feito. Sua irritação com a situação é tão intensa que ele esquece um pouco a dor causada pelos ossos dos dedos quebrados. A três minutos da próxima execução, ele ouve uma pequena voz em sua cabeça: "Kakashi-sensei, você pode me ouvir? Se puder me ouvir, por favor, responda." Kakashi responde para Ino através do Shindenshin no Jutsu. Ele pergunta para Ino como ela sabe que ele está no Tobishachimaru. Ela responde que Lee contou.

Páginas 80 e 81

Ino pergunta se ele está bem, se foi capturado pelo inimigo. Kakashi pergunta se ela é capaz de entrar em contato com Gai, e perguntar se ele está bem. Uma nova execução irá acontecer em aproximados três minutos. Para não ser detectado pelo inimigo, Gai rastejou pelos dutos de ventilação. Ino diz que ele encontrou-se com Pakkun e os outros ninken, que reuniram todos os selos explosivos, repassando o conteúdo para Gai. Ela diz que Gai irá chamar a atenção do líder, dando oportunidade para Kakashi levar os passageiros até o depósito. Ino repassa a informação que Tsunade recebeu do País das Ondas, de que uma enorme caixa localizada no depósito possui pára-quedas gigantes.

Kakashi não concorda com o plano. Afinal, entre os passageiros há inimigos disfarçados. Ino informa que Sai está em modo de espera no escritório da Hokage. Ele pergunta se eles podem enviar Sai, com seu Choujyuu Giga, ele pode ser capaz de resgatá-los. Ele fala para Ino que a Aliança Armamentista Ryuuha infiltrou-se no navio disfarçando-se de passageiros. De qualquer forma, Kakashi diz que irá causar tumulto, tentando protelar o tempo da próxima execução. A voz de Ino desaparece de dentro de sua cabeça.     

Observando a sala pela abertura do duto de ventilação, Gai dá um sinal de positivo e sorri. Kakashi acha que ele é um idiota, frente a situação. Eles podem ouvir os passos do líder retornado da casa do leme. Gai retorna para escuridão no duto de ventilação. O líder inimigo fala que está na hora da próxima execução, e que os passageiros devem guardar rancor de Konohagakure: que em vez de proteger as suas vidas, defendem a vida de um criminoso (Garyo).   

Páginas 82 e 83

Quando o líder aproxima-se dos passageiros, eles fecham os olhos, encolhendo-se. Ele lentamente levanta os braços, evidenciando o quão é patética a situação, pois, um deles será o próximo. Então... Boom! Um som estrondoso é emanado da popa do navio, o resto de suas palavras são cortadas. O navio inclina-se ladeira abaixo, de modo que os passageiros gritam e caem no chão. O inimigo também perde o equilibro, agarrando-se em algo para não cair. Sons estridentes são emitidos pela sirene do alarme. O líder inimigo grita, perguntando o que aconteceu. Parece haver um surto de incêndio na popa do navio. Os shinobi deixam a casa do leme. Alguém explodiu o componente de propulsão.

Kakashi pensa se Gai foi o responsável pela explosão. Ele deve ter usado os selos explosivos que Pakkun havia reunido. O líder aproxima-se e agarra o cabelo de Kakashi, exigindo saber se ele tem um cúmplice e o que ele está fazendo. Kakashi retribui com um olhar frio, dizendo que não sabe de nada. De qualquer forma, eles devem extinguir o fogo ("Quanto mais cedo melhor, certo?"). Kakashi espera que o inimigo fique confuso. No entanto, a raiva e impaciência desapareceram do rosto do inimigo, que parecia gostar do rumo dos acontecimentos. Um intenso mal-estar percorre a espinha de Kakashi.

O toque da campainha de alarme cessa. Os passageiros timidamente recompunham-se. Os shinobi retornam e informam que o fogo foi extinto. Duas das hélices foram danificadas, mas o componente de flutuabilidade saiu ileso. O buraco que a explosão causou foi fechado. A capacidade de voar está mantida, pois, o componente de flutuabilidade do balão de ar fica acima do segmento de propulsão.

Páginas 84 e 85

O líder agradavelmente sorri. Parece que eles tinham antecipado tal evento, que Konoha poderia infiltrar-se no navio. Se esse é o caso, o inimigo não prepararia contra medidas? Ele chama Kahyo, e o sorriso do seu rosto desaparece. Kakashi pergunta se este é o seu trunfo. Parece que o hyouton (liberação de gelo) extinguiu o fogo e fechou o buraco do casco. Com as explosões dos selos, Gai e Kakashi tinham descoberto o trunfo do inimigo. Kakashi olha para o teto, direcionando o olhar do inimigo para cima.

Trecho Seletivo
No ar, estava a figura de Gai, já em posição de ataque, levantando o calcanhar¹.

Era um dia chuvoso. Também foi um dia de fortes ventos... Kakashi, relembrou momentos depois da alta hospitalar de seu companheiro. Ele estava assistindo um zeloso Gai treinando sozinho, onde ninguém podia vê-lo.

Irritado com sua perna direita que não se movia como ele desejava, Gai berrava repetidas vezes.

Repetidas vezes, ele derramou lágrimas de aflição.

No entanto, ele nunca parou de treinar. Quando estava ao lado de Lee, ele estava sempre sorrindo com o "Nice Guy Smile", firmemente levantando o polegar de forma positiva.

"Ouca, Lee. A perna é apenas uma parte do corpo." Gai continuou. "Há outros componentes essências para a vida. Especialmente o coração, que não deve ser iludido por essas adversidades. Mesmo que a perna direita seja inútil, existe a perna esquerda. Se a perna esquerda também for inútil, ainda há dois braços."

Eu havia subestimado Gai.

"Conheça a Fera Sublime Verde de Konoha."

Dagoo! (SFX: murro).

Nota¹ - Chute descendente, hammer kick ou axe kick.

O calcanhar de Gai acerta a coroa da cabeça do inimigo. O casco do navio treme. A força era enorme, um buraco gigante é criado no chão. Se não fosse o andar para a canalização sob o assoalho o corpo do inimigo teria atravessado o casco, e possivelmente ejetado para os céus.

Páginas 86 e 87

Na escuridão, no piso abaixo deles, os cabos elétricos cortados causam uma enxurrada de faíscas. Gai friamente diz para Kakashi ficar de prontidão. Gai aborda os passageiros. Ele está com dor no pé, e tem os olhos marejados. No entanto, ele ataca de "Pose Nice-Guy", e diz para ficarem aliviados e seguros, uma vez que a "Fera Sublime Verde de Konoha" chegou. No entanto, ele desaparece...

"Uagh, uagh!" Enquanto engatinha, tapando a boca, Gai vomita. Seu enjoo é horrível. Um segundo depois, Kakashi pede para ele prestar atenção em suas costas. Ele levanta a parte superior do corpo, e desvia para cabecear o rosto do inimigo. O inimigo desaba. Olhando para o inimigo caído, Gai esquece a dor em sua perna. Ele é cercado pelos shinobi inimigos, mantendo a calma, ele diz que tudo foi calculado, pulando em uma perna. Ele coloca as mãos na cintura e projeta seu peito.

Kakashi chama a atenção de Gai, que estava com o rosto medonhamente pálido. Ele pede para Gai cortar as cordas que o amarram. Quanto Gai aproxima-se de Kakashi... Boom! O assoalho explode. Um punho gigante perfura o piso.

Páginas 88

Gai pula para trás. O entulho bloqueia sua visão. Splinters foram acionados, molhando Kakashi. Um shinobi inimigo grita para o seu líder, parece que ele está bem. Avançando através do entulho, o homem diz que se chama Rahyo, e que vai ser o cara que irá eliminá-los.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...